Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Nas Asas do Tempo de Diana Gabaldon.

Saga-Outlander-Livro-1-Nas-Asas-do-Tempo.jpg

 Poucos foram os livros em que, uma vez concluída a leitura, invejei a escrita talentosa do/a autor/a e a genialidade da história e, Nas Asas do Tempo é, definitivamente, um daqueles livros que eu adoraria ter escrito. Diana Gabaldon envolve-nos na magia das palavras, arrastando-nos para um universo entre o real e o imaginário, num talento tal que parece quase impossível abandonar a leitura. Confesso, fiquei arrebatada e apaixonada por esta história maravilhosa... e pensar que esteve na pilha de livros que pretendo vender ou doar.

 

Nas Asas do Tempo, o primeiro volume da saga Outlander, conta-nos a história apaixonante, envolvente e improvável de Claire e Jaime. Claire nasceu no século XX, casada e ex-enfermeira do Exército, vive uma segunda lua-de-mel na companhia do marido nas Terras Altas da Escócia quando, acidentalmente, toca num rochedo de um antigo círculo de pedras e se vê catapultada para o ano de 1743. Confundida com uma prostituta pelos ingleses e posteriormente sequestrada por um grupo de guerreiros escoceses que a julgam como feiticeira ou espia, Claire luta desesperadamente por sobreviver, regrar ao círculo de pedras e voltar a 1945, para os braços do seu marido. Porém, os seus conhecimento de enfermagem são uma mais valia numa época em que a medicina era rudimentar, conquistando o apoio e a compaixão do clã que a sequestrou. Claire, contudo, continua a correr risco de vida e, para a proteger, o grupo propõem que se case com Jaime, que lhe demonstra um amor sincero e uma paixão absoluta. É este amor avassalador de Jaime por Claire que a deixa dividida entre regressar à seguridade da sua época ou continuar a viver perigosamente no século XVIII. 

 

O primeiro volume de Diana Gabaldon é recheado de aventura e fantasia, história e amor. Numa escrita detalhada, Nas Asas do Tempo, descreve-nos e compara as paisagens Terras Altas da Escócia, bem como a evolução da medicina, a forma de vestir, a mudança nas formas de viver ou o modo como as mulheres são tratadas nos diferentes séculos. 

 

Este é, definitivamente, um dos livros que mais gostei de ler nos últimos tempos. Uma história cativante, envolvente e apaixonante e que quase me fez, por inúmeras vezes, esquecer o trabalho e alongar-me nas horas de almoço. Não sei se os restantes livros da saga Outlander serão tão marcantes como este mas, resumidamente, Nas Asas do Tempo foi um dos livros que me marcou profundamente. 

 

Avaliação (de um a cinco): 5*

Uma Vida Muito Boa de J.K. Rowling

20180124_175525-01.jpeg

 

| 2/2018 | Uma Vida Muito Boa de J.K.Rowling é um daqueles livros que se lê em pouco mais de meia hora.

 

Pequenino, muito pequenino, Uma Vida Muito Boa trata-se do discurso de J.K.Rowling na Universidade de Harvad, como convidada para a cerimónia de abertura de formatura. Neste livro como pouco mais de setenta páginas, Rowling mostra-nos a importância do fracasso e o poder da imaginação na vida de qualquer pessoa.

 

J.K.Rowling, cuja vida foi marcada por sucessivas tragédias pessoais e profissionais, desde um casamento fracassado, tentativa de suicídio, episódios de violência doméstica e a recusa de editoras em publicar Harry Potter, reconhece o valor dos diversos episódios que lhe marcaram a vida e a levaram a trilhar um caminho de sucesso. Não existe muito mais a acrescentar. É, resumidamente, um livro maravilhoso e de leitura obrigatória aos fãs da escritora.

 

Um discurso marcante e surpreendente, transformado em livro, para reler sempre que a vida nos mostre caminhos negros e dolorosos. 

 

Não precisamos de magia para transformar o nosso mundo: nós já temos o poder de que necessitamos dentro de nós.

 

Avaliação (de um a cinco): 5*

 

_____

 

 

Sinopse:

Em 2008, J.K. Rowling proferiu um discurso profundamente marcante na Universidade de Harvard perante uma audiência de jovens recém-formados. Uma Vida Muito Boa, agora publicado pela primeira vez em língua portuguesa, contém palavras sábias de J.K. Rowling, proporcionando orientações a todos os leitores que se encontrem num momento de viragem decisivo das suas vidas, colocando questões profundas e estimulantes: como aceitar o fracasso? Como podemos usar a nossa imaginação em benefício não só de nós próprios mas também dos outros?

Partindo das suas vivências enquanto jovem recém-formada, a mundialmente famosa escritora trata neste pequeno livro de algumas das questões mais importantes da vida com inteligência e força emocional. Abordando temas como o fracasso, as adversidades, a imaginação e a inspiração, este livro permanece tão relevante hoje como da primeira vez que J.K. Rowling proferiu estas palavras, há 9 anos.

A Presidente da Universidade de Harvard, Drew Gilpin Faust, afirmou: «O percurso de J.K. Rowling constitui um poderoso exemplo. O discurso que a autora de Harry Potter proferiu constitui uma dádiva extraordinária para todos nós que tivemos o privilégio de a ouvir e agora de a ler.»

J.K. Rowling doará as receitas provenientes das vendas deste livro à Lumos Foundation, instituição de solidariedade a que preside. Esta iniciativa insere-se no seu compromisso de financiar os custos operacionais da referida instituição, permitindo assim que todas as doações possam ser encaminhadas diretamente para os projetos no terreno.

Autor: J.K. Rowling (tradução Ana Vitória Abreu Cardoso e João Cardoso)

Título Original: Very Good Lives 

ISBN: 9789722361354

Editora: Editorial Presença

N.º Páginas: 80

Edição ou Reimpressão: 12/2017