Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

19
Jan17

Reciclar, reutilizar, reaproveitar.

Não sou, nem nunca fui, muito dada às artes manuais. Porém, a verdade é que se eu tivesse mais tempo, dinheiro e paciência dedicar-me-ia a reutilizar e reaproveitar materiais e objectos que tenho por casa. Gosto mas não é o meu passatempo favorito.

 

Volta e meia, contudo, a vontade de transformar pequenos objectos do quotidiano apodera-se de mim e é nessas alturas que não volto costas ao chamamento... e eu já andava à algum tempo com vontade de mexer em materiais sem vida ou graça que, cedo ou tarde, acabariam no lixo. 

 

O primeiro objecto que decidi reciclar foi um daqueles frascos de vidro para a cevada. Transformei-o, depois de lhe arrancar o papel, no pote onde guardo os meus marcadores de página. Era, todavia, um pote sem qualquer piada, demasiado simples que decidi dar-lhe um novo colorido. Precisei de cola-quente e flores artificias... e, voilá, um novo frasquinho para os meus marcadores de livros,

 

20170119_104953.jpg

  

O segundo objecto que transformei foi uma moldura que adquiri em Espanha e à qual não tinha dado conta de que estava partida na parte traseira - naquelas coisitas de fechar as molduras e cujo nome não sei. Precisei, para lhe dar uma nova vida, de cartolina com glitter que comprei numa loja de chineses, cola-quente e molas pequenas para decoração...

 

20170119_105206.jpg

 

Confesso, no entanto, que a ideia inicial não era esta mas ficou igualmente castiço.

 

Gastei, no total, cerca de meia hora e menos de um euro - para comprar a cartolina. Reaproveitei pequenas coisitas que andavam perdidas cá por casa (a joaninha e o ursinho) e colori um bocadinho o meu quarto - no caso da moldura-recado, e a estante - no caso do frasco para marcadores de livros.

companhia literária...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • M*

    acho que foi esse o meu problema com o segundo liv...

  • A rapariga do autocarro

    Esta saga é maravilhosa, acho que é por os livros ...

  • M*

    bolas... quando comprei a caixa, por estar entusia...

  • Magda L Pais

    Acho que me vou inscrever tambem :)já cá tenho est...

  • M*

    Sim, é mesmo :) mas obrigada*

| A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. Fernando Pessoa. |

Facebook

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D