Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

Chave Negra: (segunda caixa) Dezembro.

Cessaram, por fim, as minhas expectativas quanto à caixa mistério da Chave Negra. Eu, aqui me confesso: pareço uma criança pequena a abrir uma caixa de chocolates ou a receber a primeira Barbie. A minha caixa não vai directamente para minha casa, uma vez que a minha caixa de correio é pequena e teria de a levantar nos CTT portanto, para evitar esperas, a caixa vai directamente para o estabelecimento comercial que o meu irmão possui. Resumindo, passei a semana anterior toda a perguntar-lhe se tinha recebido alguma caixa para mim e, mal soube que ela lá estava, passei por lá para a recolher. Sou, definitivamente, uma criança... mas adoro receber surpresas!

 

IMG_20181204_213415_549.jpg

 

A segunda caixa literária mistério da Chave Negra é dedicada ao romance, sob o lema "Aquecer o Coração". O livro de Dezembro é um romance e todo o conteúdo da caixa está ligado a ele, os seis a oito brindes que a compõem.

 

20181204_210302.jpg

 

Confesso que, apesar de toda a magia que envolve este género de caixas, fiquei desiludida. O autor, Raul Minh'Alma, não me diz absolutamente nada nem me atrai. Admito que está longe de ser um livro que irei ler brevemente... se o fizer porque, confesso-me, estou mais tentada a vender ou dar o livro. É o mal deste género de caixas mistérios literárias: nunca sabemos que livro vamos receber, se gostamos do autor ou, inclusive, se já o temos ou fazem parte de uma saga. Riscos que assumo pelo prazer de receber uma caixa, sobe um tema, no qual eu não tenho nem ideia de qual será o seu conteúdo. Apesar de o livro não ser do meu agrado (é uma caixa mistério e eu sabia que corria o risco de não gostar do conteúdo), adorei o forro para livro, o frasquinho com os bombos - que desapareceram no momento em que abri a caixinha - e o miminho para a árvore de Natal.

 

20181204_210812.jpg

 

A Chave Negra é, para quem ainda não conhece, a primeira mistery book box portuguesa. A primeira caixa mistério literária foi lançada em Novembro deste ano e o tema de Janeiro será "A chave para desvendar o mistério!". O preço é de vinte e cinco euros e podem (e devem) reservar a caixa até dia dez deste mês. Mas, para mais informações, podem contactar a Chave Negra via Instagram, Facebook ou página. Vou receber a minha caixa de Janeiro e vocês?

| comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.