Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

O vestido de Jennifer.

Gosto da Jennifer. Gosto das suas músicas e do seu ritmo embora, a verdade é que, não sou uma seguidora fiel: oiço as mais tocadas e, quando me lembro, vou saber de outras. Aliás, como a maioria que gosto mas não compro os cd's, que sigo mas nunca sei qual o último álbum lançado, que escuto mas não faço ideia por onde andam. 

 

Gosto da voz de Jennifer Lopez, das suas músicas e, presentemente, deste vestido. Fiquei fascinada com ele, apaixonada, louca... ora vejam,

 

 

Jurada do American Idol, a norte-americana subiu ao palco para dar voz à música Feel The Light, tema do filme infantil Home. O que ninguém esperava é que, para além da belíssima voz de Lopez, o vestido se transformas-se num espectáculo de cores, luzes e pedaços do filme. Uma magnífico actuação capaz de deixar qualquer um maravilhado. É, actualmente, um dos vídeos mais partilhados e, eu não fugi à regra... é, simplesmente, lindo!

 

JenniferLopez02.jpg

16 | Coisas de blogger... desafio musical.

Diz que andamos numa onda de desafios e, para escrever verdade, confesso, são sempre bem-vindos. Uma vez que o amigo sapinho blogs nos levou o inspira-me, temos sempre os desafios para quem, como eu, às vezes não sabe exactamente sobre o que escrever ou simplesmente não lhe apetece numa qualquer fase - e eu, como talvez já devem ter percebido, sou de fases e vontades. Ora, depois deste blablabla passemos ao que realmente interessa: o desafio musical lançado pela minha querida e simpática Miss Ana, do blogue De Repente Já Nos 40!!! que, basicamente consiste em escolher cinco músicas em cinco categorias distintas... e, portanto, agora é que vocês ficaram a conhecer o meu péssimo - dizem - gosto musical.

 

tumblr_static_tumblr_ldwrk3vuwj1qevifno1_500_large

 

5 Músicas Que Me Deixem Tristes

 

Eu Sei, Papas da Língua 

Mentira, João Pedro Pais

A Quién Quiero Mentirle, Marc Anthony

Nada Quer Perder, Conchita

Another Love, Tom Odell 

 

Julguei que seria mais difícil realizar esta categoria mas, a verdade, é que se revelou uma das mais fácies. As escolhas devem-se a pessoas ou a momentos mais negativos na minha vida. A última de Tom Odell, por exemplo, foi a que estava a ouvir quando decidi atirar uma carta que escrevi para o meu ex-namorado e que atirei ao mar.

 

5 Músicas Que Me Alegram

 

Happy, Pharell Williams

You're Never Fully Dressed Without a Smile, Sia

Sing, Ed Sheeran

Cuando Me Enamoro, Enrique Iglesias y Juan Luis Guerra

Morena, Tiago Bettencourt & HMB

 

Confesso: foi uma das mais difíceis. As categorias que parecem ser as mais simples, quase sempre, se revelam as mais difíceis. Teria enumerado várias, novas e recentes, entre portuguesas, espanholas, italianas e latinas mas, pronto, ficam estas.

 

5 Músicas Que Me Dão Vontade de Dançar

 

Ai Se Eu te Pego, Michel Teló

Y Yo Sigo Aqui, Paulina Rubio

Livin'La Vida Loca, Ricky Martin

Ave María, David Bisbal

Bailando, Enrique Iglesias com Luan Santana

 

Cinco? Pronto... eis um top cinco de músicas para dançar. Definitivamente, para mim, a música latina é a melhor opção para dançar e dançar... e não foi propriamente fácil. 

 

5 Músicas Que Me Fazem Sonhar

 

Tu e Eu, Diogo Piçarra

Hero, Enrique Iglesias

Bad Day, Daniel Powter

Por Uma Noite, Klepht

Me Quiero Enamorar, Jesse & Joy 

 

Dificilmente escolheria outras... tinham de ser estas porque, todas elas, de algum modo transmitem sentimentos ou desejos que tenho. Recorro a elas, sempre que preciso de levantar voo para o universo dos sonhos e não os deixar fugir.

 

5 Músicas Que Me Marcaram

 

Beautiful, Christina Aguilera

I'm Like A Bird, Nelly Furtado

Não Há Estrelas No Céu, Rui Veloso

Maria Maria, Carlos Santana

Please Don't Stop The Rain, James Morrison

 

Não Há Estrelas No Céu porque foi das músicas mais importantes e marcantes da minha adolescência, assim, como as restantes e Please Don't Stop The Rain porque a cantei, no meu terrível inglês, quando assisti ao seu concerto em Portugal (ele é fantástico!).

 

(e, sim, podem dizer que tenho mau gosto musical, pior do que a minha irmã mais nova... mas, olhem, é música.)

O melhor de 2014,

o melhor, ou seja, o melhor do melhor de 2014 já o tinha escrito. Ainda assim, o ano que agora termina, foi recheado de pequenas coisas boas que merecem ser registadas. Portanto, eis o melhor de 2014 em diversas áreas,

 

O Livro

eu, malala

 Acompanhou-me na viragem de 2013 para 2014 e, sem dúvida que foi dos que mais me marcou. Poderia ter seleccionado outros livros como, Mil Sóis Resplandecentes (análise aqui) ou O Jogo do Anjo (foram intencionalmente escolhidos porque foram igualmente livros marcantes) mas, num ano em que tanto se falou de mulheres e em que Malala foi distinguida com o prémio Nobel da Paz, faz todo o sentido destacar a bibliografia desta menina guerreira. Uma vida de luta, esperança e fé.

 

A Série

GameofThrones

 Nunca fui moça de séries ou de filmes. Porém, de entre as poucas séries que acompanhei, A Guerra dos Tronos é, sem margem para dúvidas, a minha preferida. Já tinha ouvido falar imenso dela, desde amigos aos irmãos mas, admito, o facto de existir muito sangue e violência deixaram-me de pé atrás. No entanto, mais ou menos por altura do meu aniversário em Junho, enchi-me de coragem e vi o primeiro episódio... seguiu-se o segundo, o terceiro e, quando dei por mim, estava completamente viciada. Vi todas as temporadas em pouco mais de um mês, mais ou menos três episódios por dia... e, agora, estou ansiosa pela nova temporada.

 

O Filme

dallas-buyers-club.jpg

 Dos poucos filmes que vi em 2014, O Clube de Dallas foi, de longe, o mais marcante. O filme aborda as temáticas do VIH/Sida, transexualidade e o papel das companhias farmacêuticas, numa excelente interpretação dos actores. 

 

A Novela

A-Guerreira.jpg

  Gosto de novelas e, de todas as que passaram no ano que agora finda, A Guerreira ou Salve Jorge - na versão original brasileira -, é uma das minhas preferidas. O amor é um dos, aliás como em todas as novelas, ingredientes principais, apimentado por guerras, separações e intrigas. Porém, em A Guerreira, através da protagonista Morena, uma mulher forte e lutadora, o tema do tráfico e exploração sexual de mulheres é analisado e dominante, mostrando como é fácil seduzir uma mulher com promessas de um futuro melhor. Num tema tão pouco abordado, esta novela foi, provavelmente, uma das mais educativas que assisti até hoje. E é, de lamentar que, este género de novelas seja repetidamente atiradas para horários tardios, tal como acontece com outra que gosto muito, Lado a Lado.  

 

A Música

(estrangeira e portuguesa)

 

A Minha Viagem

20140816_164959_Fotor_Collage.jpg

 Este foi o ano em que, pela primeira vez na vida, coloquei os pezinhos no Algarve. No mês de Agosto rumei a sul para uns dias de descanso em terras algarvias onde fiquei a conhecer um pouquinho de um sítio tão elogiado e tão procurado. Porém, de facto, não seria o local mais adequado para umas férias relaxadas... gosto de sítios calmos, com pouca aglomeração de pessoas e crianças, de ter espaço suficiente para estender a minha toalha e, de facto, Algarve não condiz com a minha definição de férias. Mas, ainda assim, valeu pelos amigos.

 

O Meu Projecto

postal japão

 Postcrossing. A ideia é simples: partilhar postais com qualquer pessoa, em qualquer ponta do mundo.