Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

Um Mar de Pensamentos

... nasce do desejo inconstante de partilhar um pouco de mim e do que sou numa espécie de diário. Resumo-me em: Maria, 32 anos, signo gémeos, amante de livros, sonhadora, romântica, dramática q.b., viciada em chocolates.

Uma Paixão Chamada Livros, 4/40.

Dia Quatro

 

imagem desafio livros.jpg

 

Um livro que me desiludiu...

 

Um livro é, para mim, sinónimo de desilusão quando não o consigo concluir... quando não me cativa e simplesmente o abandono a meio da sua leitura. Porém, confesso que de todas as leituras que abandonei, a minha maior desilusão literária vai para...

 

9648109.jpg

A Profecia de Istambul de Alberto S. Santos revelou-se um livro complexo e pesado. Alberto S. Santos não me era um desconhecido:  o meu primeiro contacto com este escritor foi através do livro O Segredo de Compostela, uma narrativa religiosa que adorei e me prendeu logo nas primeiras páginas. A escrita é um pouco complexa, com o uso recorrente a termos especiais (ou caros, como queiram...), e a temática gira em torno - tanto no primeiro livro, como no segundo livro mencionado - de aspectos religiosos mas, sinceramente, faltou-lhe qualquer coisa que me cativasse.

Li O Segredo de Compostela porque desde menina que desejo conhecer a cidade espanhola de Santiago de Compostela, a sua basílica e, em tempos, quis fazer o caminho de Santiago. Aliado a este meu pela cidade, o livro coloca em questão a identidade do santo enterrado na basílica de Compostela e, para mim, os temas religiosos cativam-me mais do que os policiais. Mas, confesso, se A Profecia de Istambul tivesse sido o meu primeiro contacto com Santos, certamente teria sido o último... e não sei se me aventurarei com A Escrava de Córdova.

 

Porém, se A Profecia de Istambul se revelou uma desilusão, outro escritor português também me desiludiu com o livro...

 

gVsoL39.jpg

O Retrato da Mãe de Hitler de Domingos Amaral esteve quase para merecer o destaque de ódio literário. A premissa do livro é boa e cativante porém, os diálogos improváveis entre avô e neto (mas, digam-me lá, alguém desse lado quer saber como é que o vosso avô desflorou a vossa avó?! isto é, obviamente, se o senhor se conseguir lembrar com todos os detalhes como o protagonista deste livro...) e as constantes cenas de sexo fizeram-me perder a vontade de ler este livro. Dei comigo a saltar parágrafos.

Li e gostei, do mesmo autor, Quando Lisboa Tremeu e, embora também neste livro existissem cenas de sexo, eram em menor número. Porém, nesta minha segunda aventura literária com Domigos Amaral, simplesmente detestei o livro, desiludindo-me... tinha tudo para dar certo e tornar-se um excelente livro, o Portugal de Salazar e a fuga de nazis por território português, mas perdeu-se o conteúdo numa narrativa estranha. 

 

Para terminar... um autor aclamado internacionalmente mas que a mim nada me diz,

 

500_9789724617909_a_rapariga_que_inventou_um_sonho

A Rapariga Que Inventou Um Sonho de Haruki Murakami. Não sou fã de contos, e o fez por curiosidade do título, provavelmente não foi a melhor escolha. Julguem-me - podem atirar-me pedras - mas não gostei do livro, não me cativou e perdi qualquer interesse no autor... é que este, ao contrário dos outros livros mencionados, foi o meu primeiro contacto com o autor, ou seja, eu não tinha qualquer expectativa. Creio que me fiquei pela página cem e o abandonei. 

É curioso. A complexidade de Haruki Marakami não me cativou mas adoro os livros de José Saramago...

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika Webb e Noqe, onde podem consultar as suas escolhas literárias.

Uma Paixão Chamada Livros, 3/40.

Dia Três

 

imagem desafio livros.jpg

 

Livro que leste mais vezes...

 

Nunca tive o hábito da releitura. Sempre considerei que dada a minha longa lista de livros por ler, a necessidade de me aventurar em novos mundos literários, não me permitiam perder-me em releituras. Porém, pela ausência ou impossibilidade de adquirir novos livros, por obrigação ou simplesmente porque me marcou, conto cinco livros que li mais do que uma vez.

 

Os dois livros que reli mais vezes foram...

 

prin_550.jpg 

O Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry li-o em adolescente, reli-o no ensino secundário e voltei-o a reler na Universidade.... e julgo que não preciso de explicar o porquê. Curiosamente, só muito recentemente é que consegui comprar O Principezinho para a mim e incluí-lo à minha estante - a edição da imagem -, um livro comemorativo adquirido através da revista Visão e que eu considero lindíssima. Todas as vezes que o li tinha-o feito através de requisições na biblioteca ou por empréstimo de amigos. 

 

memorial do convento.jpg

 Memorial do Convento de José Saramago foi leitura obrigatório no meu 12.º ano do ensino secundário. Inicialmente, admito, detestei. No entanto, o facto de ter pequenos testes todas as semanas a capítulos pré-definidos pela professora, obrigaram-me a ler o livro e reler capítulos. Fui obrigada a ler, custou-me horrores iniciar-me em Saramago mas, no final, tornou-se um dos meus livros favoritos. Memorial do Convento levou-me a aventurar-me na leitura de Ensaio Sobre a Cegueira e Evangelho Segundo Jesus Cristo.

 

Como expliquei inicialmente, no passado, por falta de possibilidades económicas para adquirir livros diferentes dos indicados nas diversas disciplinas de licenciatura e mestrado, reli algumas histórias que adorei e me marcaram. Ou seja, quando não estava a ler livros para a Universidade, li e reli...

 

n17_renata1.jpg

 Para a Minha Irmã de Jodi Picoult é um dos meus livros preferidos. Li o livro duas vezes e o filme mais do que duas, sendo também um dos meus filmes favoritos. Li-o, pela primeira vez, em 2010. Um livro profundo, comovente e emocionante. Uma história de amor incondicional e um desfecho imprevisto. Uma leitura, para mim, obrigatória para amantes dos livros.

 

18360492_KBFRy.jpg

Os Retornados: Um Amor Nunca Se Esquece de Júlio Magalhães é um livro simples e rápido de ler. Li-o em 2012.

 

Por fim, mais recentemente, ando a reler um dos meus livros favoritos de todo o sempre... e uma leitura imprescindível para qualquer amante de livros,

 

9789722032308.jpg

 A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón, lido em 2013... a releitura mais recente.

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika Webb e Noqe, onde podem consultar as suas escolhas literárias.

5/52S | Fazem parte da minha wishlist...

imagem do desafio 52s .jpg

Semana cinco. As cinco coisas que fazem parte da minha lista de desejo são,

 

  | eBooks |

Sentir, cheirar e tocar livros são sensações que nenhum pedaço digital poderá substituir. Porém, confesso que tenho alguma curiosidade em experimentar o universo digital dos livros. Acredito que existam vantagens, no sentido de serem mais práticos e fáceis de transportar, por outro, porque existem livros que me despertam a atenção mas não tanto para me levarem a comprar. Confuso? Um pouco. É que há livros dos quais, pela sinopse ou título, tenho interesse em ler mas não o suficiente para os comprar... E, bom, verdade seja mencionada: os ebooks são muito mais baratos. 

 

   | Estante e Livros |

Preciso urgentemente de uma nova estante. A única que tenho (a outra é maioritariamente da minha irmã) mostra sinais de não conseguir suportar mais nenhum livro e, por outro lado, receio o dia em que mais uma prateleira não aguente o peso dos livros superiores... é o caso de uma das prateleiras. Um pouco contraditório em relação ao primeiro? Quiçá. É este, de entre outras razões, um dos motivos pelos quais pretendo conseguir um ebook. 

 

    | Viajar |

Quero muito fazer uma viagem. Quero conhecer um novo local, nova cultura, novas pessoas. Perder-me. Aventurar-me. Países prioritários mas sem qualquer ordem na minha lista wishlist: Espanha, Venezuela, Itália e Grécia.

 

   | Câmara fotográfica |

Gostava muito de ter uma máquina fotográfica. No passado tive duas mas, por funcionarem a pilhas, constantemente ficavam sem bateria. Não precisa de ser profissional, mas algo melhor do que o meu telemóvel. As vantagens do último são inúmeras mas acredito que a qualidade fica sempre aquém de uma câmara fotográfica. 

 

   | Sapatos Clássicos de Salto ou Botas de Cano Alto |

Tive, até à um ano, uns sapatos de salto médio clássicos que adorava (semelhantes ao da imagem). Adorava-os. Gostava de os ver nos pés e, por serem de salto médio, conseguia usá-los todo o dia sem me cansar. Porém, o uso abusivo desgastou-os e, à vários meses que procuro outros semelhantes... mas sem qualquer sucesso.

Botas de cano alto são um problema gigante para mim. Sou moça de perna forte e nunca consigo encontrar botas que me sirvam. Tive, no entanto, umas de salto baixo e cano alto que usava e abusava em vestidos e calças... obviamente que as botas não passaram daquele ano. É um desgosto enorme não conseguir usar botas deste género. 

Uma Paixão Chamada Livros, 2/40.

imagem desafio livros.jpg

 

Um livro detestado... 

 

Um Desastre Maravilhoso de Jamie McGuire conseguiu superar o meu ódio literário ao livro de Margarida Rebelo Pinto, O Dia Em Que Te Esqueci. O livro da escritora portuguesa foi, durante muitos anos, um livro que detestei ler e me arrependi de adquirir. Porém, Um Desastre Maravilhoso conseguiu superar-se ao revelar-se um romance juvenil recheado de clichés. O romance da escritora americana, na verdade, o primeiro volume de três livros é uma espécie de versão juvenil d' As Cinquenta Sombras de Grey. Bom, talvez exagere... mas a verdade é que eu detestei ler a saga de E.L. James e a premissa de ambos os livros é similar. 

 

Um Desastre Maravilhoso leva-nos a conhecer a boa rapariga, Abby, e o mau rapaz, Travis. Abby é estudiosa, ingénua, doce e marcada por um passado negativo que a faz recear o sexo oposto. Travis é sedutor, musculado e tatuado, que ganha a vida em combates nocturnos. É num desses combates que os jovens se conhecem. O aparente desencanto de Abby por Travis originará um jogo onde o amor vencerá. Por Abby, Travis, é capaz de tudo fazer... e mudar. 

 

O problema do livro é que, para mim, transmite valores errados. O mau rapaz é agressivo, controlador e possessivo, partindo para a violência sempre que algo lhe desagrada. É, no fundo, o típico rapaz que necessita de encontrar o amor verdadeiro que o transforme... A boa rapariga é a imagem que se espera de uma princesa ingénua e pura, capaz de mudar Hitler com a sua inocência e beleza. E, enfim, uma série de clichés que em nada alteram à previsível história amorosa dos jovens.

 

Um Desastre Maravilhoso é, como referi, o primeiro de três livros de uma saga juvenil. Não faço ideia do que acontecerá nos restantes volumes, não li as sinopses, mas parecem-me previsíveis. Decidi comprar este livro, numa campanha da wook, por diversas vezes o ver mencionado em outros blogues e canais literários de youtube mas, definitivamente, trata-se de um verdadeiro desastre literário. Uma amiga também me tinha referido este livro. A primeira desilusão de dois mil e dezasseis e um livro que não recomendo.

 

946691_329361787191775_1456490929_n.jpg

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTea, Just Mom, Carla Godinho, Carla B.Neurótika Webb e Noqe, onde podem consultar as suas escolhas literárias.