Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

11.09.14

2 | Coisas de Blogger.


M*

Olha o desafio Liesbster award discover new blogs! fresquinho lançado pela menina Sofia Margarida... ora aqui vai!

Esta tag tem apenas estas regras a seguir:

- Colocar a imagem (que está em cima) no blog;
- Responder às 11 questões que te foram colocadas;
- Nomear entre 4 a 11 blogs (de preferência com menos de 200 seguidores) e dar-lhes 11 questões da tua autoria;
- Não podes nomear a blogger que te nomeou, tens de avisar todos os nomeados e deixar-lhes o link do post;
- Avisa a blogger que te nomeou para que ela possa ver as respostas às suas questões.

 

Simples, certo? Bora lá responder à menina Sofia,

 

1. O que mais gostam/odeiam em ter um blog?

Gosto de saber que, de alguma maneira, alguém se identifica comigo e com o que escrevo. Gosto também, e mentiria se o negasse, dos comentários e do apoio que vou recebendo. 

Não gosto daqueles comentários maldosos, que nada acrescentam ao que foi escrito, mas aos quais estamos sujeitos... e, por agora, é isto.

 

2. Os vossos familiares e amigos conhecem o vosso blog? Se não, porque não?

Não. Os meus familiares não conhecem e nem os amigos mais próximos. Uma vez que se trata de algo pessoal, uma espécie de diário, não seria bom para mim que eles soubessem... acabaria por me reprimir mais e não desabafar sobre o que verdadeiramente me vai na alma. Ficaria com medo das reacções e opiniões, do ter que lidar diariamente com eles e com aquilo que foi escrito. Todos guardamos um segredo e este é o meu.

 

3. Se tivessem que fazer uma critica (boa ou má) ao vosso blog, o que diriam dele?

Deixo a resposta a esta questão àqueles que me lêem diariamente.

 

4. Se te pedisse para criticares o meu blog o que dirias?

Sofia, pode ser uma crítica boa, pode? Pode? Pois, aqui vai... adoro o teu blog e, por muito que queira, não tenho críticas a colocar. É giro, é fofinho e com coisas bonitas e úteis.

 

5. Tens algum blog que te sirva de inspiração?

Não. Ou melhor, de um modo geral, todos os blogs que sigo e vou comentando são fontes de inspiração... pela forma como escrevem ou por algo que me faz reflectir.

 

6. O que é mais importante para ti para ser uma boa blogger?

A simplicidade das palavras, ou seja, ser capaz de transmitir simpatia pela forma como escreve. 

 

7. Gostavas de fazer do blog a tua profissão?

Não. Ia-me faltar o factor criatividade para investir em novos post... e eu não gosto de escrever por obrigação, para atrair novos leitures ou algo do género.

 

8. Gostavam de conhecer algum/alguma blogger pessoalmente? Quem?

Quem sigo e vou comentando. Julgo que seria muito interessante e atractivo saber como realmente são e se correspondem à imagem que formei delas.

 

9. Se pudessem escolher um post do vosso blog para o sapinho destacar, qual seria?

Neste género de questões tenho sempre dificuldade em escolher apenas um e, assim sendo, eis a minha pequena lista:

No início nem reparei...

O que me faz viver?

As palavras da minha avó.

O meu momento mais marcante.

 

10. Qual o teu prato preferido?

Esparguete à bolonhesa {#emotions_dlg.drool}

 

11. Se pudessem pedir algo ao Pai Natal, o que seria?

Um emprego. Só isso, um emprego. 

 

E, terminadas as onze questões, as felizes contempladas pelo desafio são...

Diário de Uma Alma

Vidas Em Flash

Babidibupi

O Silêncio de Uma Vida

Diário da Smurfina

 

As minhas onze questões são muito simples,

1. Sentes que o blog mudou, de alguma forma, a maneira como encaras a vida e os outros? Ou seja, se através de algum comentário, mudaste a tua maneira de encarar um problema? Se sim, identifica o post.

2. Já conheceste alguém através do blog? Um(a) leitor(a) ou outro(a) blogger?

3. Se tivesses oportunidade de conhecer pessoalmente outros(as) boggeres, quem seriam os(as) eleitos(as)? 

4. Os vossos familiares e amigos(as) têm conhecimento da existência do vosso blog? Se não, porque?

5. Como imaginas o teu futuro daqui a 10 anos?

6. Se tivesses de escolher apenas um livro e, somente um, para caracterizar o teu estado de espírito, qual seria? 

7. Para ti, quais são as três músicas mais românticas?

8. Qual o teu maior medo/receio na vida?

9. Se tivesses de escolher outro país para viver, qual seria?

10. Actualmente, qual o livro e/ou série (e não perdes por nada) que andas a ler e/ou ver?

11. Neste momento, o que te falta para seres (um bocadinho mais) feliz?

 

Fico a aguardar pelas vossas respostas {#emotions_dlg.blink}

11.09.14

11 de Setembro de 2001.


M*

Estava em casa quando, naquela terça-feira, 11 de Setembro, a rádio interrompeu a música à qual eu dançava para anunciar algo que mudaria para sempre o mundo, 

 

 

Tinha completado nesse ano 14 anos e, inocentemente, senti que, quando menos esperasse, um avião entraria pelo prédio. Numa letra tremida falei dos que senti perante tais imagens: medo, choque e revolta. Percebi que, depois daquele dia 11, o Mundo não seria mais o mesmo. Naquele dia, não consegui tirar mais os olhos da televisão. Saltava de canal em canal para compreender o que se passava e como existiam loucos capazes de tais bárbaros actos. Jamais esquecerei o terror daquelas imagens e de como o valor de uma vida humana nada vale perante um louco. Nos tempos seguintes, guardei jornais e publicações sobre o tema para que jamais esquece-se que no mundo existem seres humanos capazes das maiores loucuras e atrocidades.

Treze anos passaram. O mundo mudou, tornou-se mais inseguro e violento, e uma questão se mantém na minha cabeça... porquê?

companhia literária...