Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

15
Jan20

O meu diário de leitura.

O primeiro diário de leituras que tive foi um de capa preta e letras brancas da Bertrand. Usei-o para fazer o registo de citações, resumos e notas importantes sobre os quatro ou cinco livros que li e anotei. Depois, com o tempo, fazia-o no blogue ou anotava os títulos dos livros que lia numa agenda e não voltei a comprar outro diário.

 

82288527_490192621901971_2686685782348922880_n.jpg

 

Passaram-se, talvez, cinco anos e decidi comprar este diário de leituras da Helena Magalhães... foi amor à primeira vista. Diferente do único que tive, cativou-me a capa e o facto de ser um caderno de argolas. O interior é todo ele delicado e trabalhado, detalhes que o tornam especial e único. Personalizável (a caneta Hermione - da Primark - está a cobrir o meu nome), com elegância e requinte.

 

82343459_1071946396474173_8298517981474848768_n.jp

 

Não sei quantos livros escreverei por aqui, mas acredito que a beleza deste diário será uma inspiração e motivação para escrever mais.

 

83423050_995317104171382_3551164297038004224_n.jpg

 

Para quem quiser saber mais sobre a Helena Magalhães, o seu book gang e sobre estes diários de leituras basta consultar:

| Helena Magalhães Instagram | HMBookGang | HelloMagaPaper | Diários de Leitura |

10
Jan20

"A História Que Começa Em Nós" de Robin Benway.

81874507_787867948348663_881514953440231424_n.jpg

O livro de Robin Benway conta-nos, pela voz dos protagonistas, a história dos irmãos Joaquin, Grace e Maya, vítimas de abandono e rejeição por parte da mãe biológica. A narrativa é, toda ela, centrada nos laços familiares que os três procuram desenvolver, sem quebrar os já existentes com a família que os adoptou ou acolheu.

 

Numa escrita simples e clara, A História Que Começa Em Nós revela-nos o segredo que Grace carrega e os seus receios, o medo da rejeição e da diferença em Maya e o peso dos abandonos em Joaquin, que viveu a sua infância e adolescência entre famílias de acolhimento. 

 

Uma história inteligente, onde outros temas para lá do abandono, adopção e das famílias de acolhimento são abordados, como as relações amorosas na adolescência, a gravidez precoce, a homossexualidade ou a imigração.

 

A História Que Começa Em Nós é uma narrativa delicada e sensível, tornando-se impossível não se render à história dos irmãos Joaquin, Grace e Maya e às suas buscas para encontrarem laços e raízes familiares, os seus lugares no mundo.

 

Avaliação (de um a cinco*):

4*

___

 

Título: A História Que Começa Em Nós (Far From The Tree)

Autor/a: Robin Benway

Editora: Topseller, Setembro de 2019

Género: Literatura Infanto-Juvenil

ISBN: 9789896685850

Sinopse:

Coisas boas acontecem,
mesmo quando achamos
que não as merecemos.

GRACE tem 17 anos e foi adotada à nascença. Depois de muita indecisão, e apesar de sempre ter tido uma vida feliz, decide procurar a família biológica e descobre que tem dois irmãos de sangue: Maya e Joaquin.

MAYA, a mais nova dos três, é uma morena de língua afiada. Adotada por uma família disfuncional e a viver o seu primeiro amor, Maya está sôfrega por encontrar elos de ligação e parecenças com os dois «novos» irmãos que surgem de repente na sua vida.

JOAQUIN é um estoico pouco interessado em conhecer as irmãs. Depois de vários anos à mercê de famílias de acolhimento, aprendeu da forma mais dolorosa que os heróis não existem, e que, para bem de todos, os segredos e os medos devem manter-se guardados a sete chaves.

Esta história comovente, contada a TRÊS VOZES carregadas de coragem e esperança, exalta a força do amor e o verdadeiro significado da família nas suas mais variadas formas ? como encontrá-la, preservá-la e amá-la.

03
Mai19

As caixas literárias da Ms.Everythings e Ouriço Caixeiro.

O presente texto, dedicado às caixas literárias mistério da Ms. Everythings e Ouriço Caixeiro, chega com alguns dias de atraso. Porém e a viver actualmente em Madrid, as viagens a Portugal são escassas e espaçadas, o que justifica o atraso na publicação deste post.

A caixinha mistério do mês de Abril da Ms. Everythings, à qual me rendi pela delicadeza, surpresa e criatividade dos produtos que a compõem e simpatia de quem a produz, foi dedicada ao romance e incluí-o uma actividade culinária e brindes literários,

 

58787517_425650881346068_5485609819035402240_n.jpg

57460107_291343671754922_3596514895371173888_n.jpg

 

Composta por um livro de Sveva Casati Modignani - escritora que nunca li -, Baunilha e Chocolate,  a caixa da Ms. Everythings incluí-a um postal de agradecimento escrita pela responsável da caixa, um postal de aniversário para oferecer e uma receita para fazer bolachinhas associadas ao livro, juntamente com três frasquinhos de vidro onde é possível encontrar farinha, cacau e açúcar, os principais ingredientes da receita. Uma caixa recheada de doçura e magia. 

 

As próximas caixas da Ms. Everythings são dedicadas ao humor e à literatura estrangeira, com uma caixa literária em língua inglesa e, recentemente, decidiu produzir uma caixinha surpresa a pensar nos mais novos: uma caixa literária para crianças entre os 3 e os 5 anos, composta por um livro adequado à faixa etária e actividades para os mais pequenos. Podem conhecer mais sobre as caixas e a Ms. Everythings em: instagram e página.

 

A Ms. Everythings é uma das três caixas literárias mistério que conheço. Já aqui falei sobre a Chave Negra, a primeira que conheci, seguida da anterior caixa mencionada e, por fim, a Ouriço Caixeiro, a que me faltava adquirir e conhecer. Decidi comprá-la, antes de viajar para Madrid, porque a equipa disponibilizou uma espécie de sinopse sobre o livro que componha a caixinha e, sendo eu uma apaixonada por livros cuja temática se centra ou baseia-se na II Guerra Mundial, não foi difícil não o fazer,

 

ourio.jpg

ou.jpg

 

A Guerra Aqui Tão Perto de Monica Hesse era um daqueles livros que eu queria muito comprar numa próxima visita a Portugal e, escusado será dizer que, fiquei muito feliz por o encontrar na caixinha. Toda a caixa da Ouriço Caixeiro do mês de Março está relacionado com o livro e com a II Grande Guerra: os lápis, o autocolante e os marcadores de páginas fazem referência a livros ligados à temática. Foi, possível ainda, encontrar um puzzle íman com uma frase do livro e que nos levou, a mim e ao meu namorado, a demorar quase uma tarde para o concluir. 

 

Gostei muito desta caixinha, da diversidade de produtos e da forma como todos eles se relacionam com o produto principal: o livro. As caixas literárias mistério da Ouriço Caixeiro são trimestrais e são vendidas nos meses de Março, Junho e Dezembro. Podem conhecer mais em: Instagram/Facebook/Página.

27
Abr19

Um mês (ou quase) de Madrid.

Madrid é, por estes tempos e até ao início de Agosto, a minha nova cidade. Por razões profissionais, durante cerca de quatro meses, a cidade e capital espanhola será o meu novo lar. Viver e trabalhar nesta cidade é, inevitavelmente, senti-lá pulsar e vibrar com uma energia contagiante que eu acreditava não existir. Do que já lhe conheço, escrevo sobre a riqueza dos seus monumentos onde, em qualquer lugar, se respira um pouco de História, e a valorização dos espaços verdes... El Parque del Retiro é qualquer coisa de marcante e inesquecível, um espaço agradável e acolhedor. Quanto às gentes desta cidade, não posso por agora, apontar defeitos: são pessoas acolhedoras, acessíveis e simpáticas, apesar de nem sempre me entenderem. 

Porém, se existem coisas boas, também os aspectos negativos não podem deixar de ser mencionados neste quase primeiro mês de Madrid: os madrileños (e os espanhóis, em geral) são completamente doidos a conduzir. Consegui, até à data, evitar incontáveis acidentes de viação, e que assim se mantenha até ao fim desta experiência. O preço quase pornográfico de se estacionar na cidade, assim como a falta de estacionamentos não pagos, são outros dos aspectos negativos: uma tarde, entre as 14h30 e as 18h30 pode ultrapassar os 20€. 

Madrid têm-me dado a conhecer mais de um país e de uma cultura que eu sempre admirei e aprecio. Uma experiência que, ao fim de quase um mês, têm-se mostrado gratificante e de crescimento pessoal. 

 

Puerta del Sol

puertadelsol.jpg

 

Parque del Retiro

elretiro.jpg

 

Palácio Real

palaciareal.jpg

 

Plaza Mayor

plazamayor.jpg

14
Mar19

A caixa literária de Fevereiro da Ms.everythingshop .

A caixa literária mistério do mês de Fevereiro da Ms.Everythings não poderia ser outra coisa senão maravilhosa. Inspirada e dedicada às mulheres e ao dia 8 de Março, a caixinha foi composta por um livro escrito por uma mulher, um presente mistério e uma actividade relaxante, 

 

55480164_494692907728788_779813563844788224_n.jpg

 

A caixa contém uma máscara de beleza, um pack de massagens (para uma pessoa) da Odisseia e o livro da escritora portuguesa Helena Magalhães, Diz-lhe que não - livro que já li e cuja opinião podem ler aqui. O livro, infelizmente, eu já tenho; portanto, contactei a vendedora e conseguimos fazer a troca do livro por outro. Os restantes miminhos que compõem está deliciosa caixinha mistério serão, sobretudo a massagem, de grande utilidade. 

 

54433247_1933764910066702_9046226974019682304_n.jp

 

O lado menos positivo deste conceito é, sem duvida, a possibilidade de nos calhar um livro cujo o tema ou autor não apreciamos ou a repetição de livros que já temos. Todavia, apesar deste não, considero a ideia engraçada e divertida porque dá-nos a conhecer novos autores e a oportunidade de explorar novas áreas literárias. Quem não conhece, ainda, este conceito de caixas literárias mistérios não sabe o que anda a perder: aqui podem conhecer mais sobre as três caixas portuguesas do momento.

companhia literária...

Mais sobre mim

foto do autor

| A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. Fernando Pessoa. |

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Mensagens

Sigam-me

Facebook