Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Não me enervem...


M*

16.09.15

É curioso,

 

11986374_963413440385296_2618351164067427210_n.jpg 

 

As pessoas que justificam primeiro ajudem os nossos sem-abrigos, desempregados e pobres, mostrando-se contra o acolhimento de refugiados em Portugal são, precisamente, as mesmas que diversas vezes ouvi criticar os pobres desempregados que recebem apoio social da Câmara Municipal da minha terrinha, e duas vez por dia se dirigem a uma instituição social a fim de irem buscar as refeições do dia. É curioso que as mesmas pessoas que utilizam este argumento são, quase sempre, as mesmas que viram a cara para o lado e se refugiam no medo - sabe-se lá do quê - para não ajudarem o sem-abrigo da esquina. E é com espanto, confesso, que vejo tanta gente hoje preocupada com os nossos sem-abrigos, desempregados e pobres... e se todos, em vezes de assobiarem para o lado, passassem das palavras aos actos e ajudassem quem mais necessita, certamente que viveríamos num país melhor. 

 

11987157_1066614720024615_2163639379201129953_n.jp

  

Não me enervem com este argumento! Aliás, nem com este nem com aquele velho preconceito de que todos os refugiados são muçulmanos terroristas... 

Onze anos,


M*

11.03.15

10_terrorismo2_02_d.jpg

Estação de Atocha, Madrid, Espanha, 11 de Março de 2004. Porque, as marcas do terrorismo não podem nem devem ser esquecidas. Nunca. Os loucos não têm religião, fé, raça ou cor. São loucos. Ponto.

Gestos que valem mil palavras,


M*

20.02.15

 

"Sou muçulmano. Sou rotulado de terrorista. Eu confio em ti. Confias em mim? Dá-me um abraço!"

 

* (retirado daqui)

#JeSuisCharlieHebdo


M*

07.01.15

10898292_10153036454156388_5888952793706729464_n.j

 

Um dia triste contra o humor. Um dia negro contra a liberdade.

Não são muçulmanos, nem humanos, nem tão pouco agem em nome de alguém. Monstros fanáticos que usam e abusam do nome de uma religião. O fanatismo é a pior das doenças. Nenhum deus, religião ou crença justificam a morte de outrem. Nada. Hoje agiu-se em nome do fanatismo, não de nenhum deus. Costumo dizer que, aos poucos e poucos vamos descobrindo uma nova religião: chama-se fanatismo. 

Somos todos Charlie Hebdo.  

E, porque, uma imagem vale mais do que mil palavras, alguns cartoons de homenagem,

 

10898199_764932066908673_126742664015690769_n.jpg

ng3830971.jpg

10928819_10205711745933794_346945849671641869_n.jp 

10675596_764925603575986_3589228668304614229_n.jpg

ng3830972.jpg

10922774_921125154616360_4586239874583967946_n.jpg

 

 

 

(mais cartoons em: jornalista Clara de Sousa - facebook -, bem como no Jornal de Notícias)

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D