Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Guia Astrológico Para Corações Partidos de Silvia Zucca.


M*

05.01.16

passatempos - guia.jpg

 Guia Astrológico Para Corações Partidos despertou a minha curiosidade pelo título, depois de o ter visto numa livraria, tornando-se a minha companhia de ano novo. Quem julga que irá encontrar um guia específico sobre astrologia, compatibilidades amorosas e de signo ou estratégias para ultrapassar os desígnios dos astros, o melhor será escolher outro livro. 

 

Alice, trinta anos, um emprego instável e em risco de o perder, nunca acreditou nos signos. Solteira, não por opção, a busca por um amor que a complete afigura-se, à sonhadora e dramática personagem principal, uma aventura complexa de encontros e desencontros. Balança de signo, o destino da jovem cruza-se com o excêntrico Tio, que a introduz no universo da astrologia.

 

Tio incentiva-a a sair e envolver-se com um homem cujo mapa astral seja compatível com o de Alice, na esperança de que tal evite novos desgostos amorosos e a encaminhe na busca da sua metade perfeita. Inicialmente, Alice mostra-se céptica. Porém, um novo desgosto e o medo da solidão leva-a a seguir as ideias peculiares de Tio.

 

É, deste modo, que Silvia Zucca nos dá a conhecer os signos da astrologia e as características mais evidentes de cada um, assim como os diversos géneros de homens, qualidades e defeitos. Inevitavelmente, associamos as personagens masculinas do livro a algum ex-namorado, amigo ou conhecido da vida real. 

 

Por outro lado, o livro fenómeno de Silvia Zucca não se limita a falar de amor, homens e signos. É mais do que um romance no feminino, abordando temas contemporâneos que afecta homens e mulheres, como a solidão, a amizade, a família e o trabalho. 

  

A capa é, a meu ver, brilhante e em tudo condiz com o livro e a temática. 

  

É fácil deixar-se envolver por Guia Astrológico Para Corações Partidos: Alice conquistará qualquer leitor/a, pelos momentos cómicos onde, em algumas passagens, facilmente nos rememos; bem como pela escrita envolvente da escritora. Um romance cómico marcado pela diferença, capaz de cativar os amantes da astrologia ou os leitores mais exigentes. A lição de Guia Astrológico Para Corações Partidos de Silvia Zucca é sublime, mostrando-nos que não devemos jamais desistir dos nossos sonhos... mesmo que o universo pareça conspirar contra nós. 

 

É, resumidamente, uma leitura que recomendo (e certamente não se arrependeram)!

 

___

 

Título Original: Guida Astrologico Per Cuori Infranti, 2015

Autor: Silvia Zucca, Itália

Tradução: António Fournier

ISBN: 9789896650162

Páginas: 560

Editora: Suma de Letras, 2015 

Sinopse: Com 30 anos, solteira (não por escolha) e com um emprego que oferece poucas perspectivas, Alice encontra um jovem actor convencido que conhece o secreto para o sucesso: a astrologia. Ainda que céptica, decide tentar e começa a sair com homens de signos do zodíaco compatíveis com o seu. Pouco a pouco, Alice descobre que talvez o verdadeiro amor não esteja sempre escrito nas estrelas… 

Um romance divertido, sexy e cheio de esperança.

Doze livros de dois mil e quinze.


M*

28.12.15

Dois mil e quinze, por diversos motivos, revelou-se um ano produtivo a nível de leituras. Li, contabilizado no Goodreads, cinquenta e cinco livros. A minha meta pessoal, segundo outros aspectos - porque a vida não se limita a livros -, era de vinte livros. Não leio para atingir metas ou completar desafios, leio pelo prazer de ler, pela companhia que me proporcionam. Não me canso de repetir e de o mencionar aqui que, para mim, livros são essenciais para o meu bem-estar, uma droga saudável, universos que conheço sem abandonar a vida real.

 

Mas... deixemos o blablabla, e falemos do que realmente importa: o meu top doze de melhores livros do ano.  

 

A ideia era publicar esta lista no início do próximo ano quando, de facto, dois mil e quinze tivesse terminado e não corresse o risco de encontrar um livro para acrescentar à lista depois da sua publicação. Porém, a verdade é que não pretendo iniciar nenhum novo livro antes do início de dois mil e dezasseis. Porquê? Simples: estou à espera de dois novos livros para a minha estante e que talvez só cheguem nos primeiros dias de Janeiro, dos quais um aguardo com enorme ansiedade e será a primeira leitura do ano que se avizinha - Guia Astrológico Para Corações Partidos (Sílvia Zucca), o tal que me está a deixar morta de curiosidade, e Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa (Judith Kerr) - e, por fim, porque ainda não terminei os dois livros de contos, em língua espanhola, da saga A Seleção. É, portanto, com toda a segurança que posso publicar o meu top doze de melhores livros de dois mil e quinze. Não existe ordem de preferência; os livros apresentam-se pela ordem em que foram lidos...

 

Untitled.jpg

 

Top 12 dos Melhores Livros de 2015

 

 A Menina Que Fazia Nevar de Grace McCleen

 O Menino de Cabul de Khaled Hosseini

 Nunca Me Esqueças de Lesley Pearse

A Bibliotecária de Auschwitz de Antonio G. Iturbe

Perguntem a Sarah Gross de João Pinto Coelho

 Travessuras da Menina Má de Mario Vargas Llosa 

Jane Eyre de Charlotte Brontë

 Orgulho e Preconceito de Jane Austen

Viver Depois de Ti de Jojo Moyes

 A Contadora de Histórias de Jodi Picoult

saga A Seleção - A Seleção, A Elite e A Escolha (aguardo pela publicação, em Portugal, de A Herdeira) - de Kiera Cass

O Rapaz Que Venceu Salazar de Jacinto F. Matias

 

O ano que termina foi rico e variado em leituras: descobri os romances históricos de Lesley Pearse, aventurei-me na distopia de Kiera Cass, arrisquei nos clássicos, li mais escritores portugueses e três dos meus livros favoritos do ano relacionam-se com a temática da II Guerra Mundial (4, 5 e 10). Cada um destes livros tornou-se inesquecível pela forma como me cativou e empolgou na leitura. Livros que recomendo... sem hesitações, acreditando na energia das suas personagens e no poder da história por forma a cativar quem os lê.

 

Desejo, para o meu dois mil e dezasseis, novas e inúmeras aventuras e ser capaz de manter o ritmo da leitura... os restantes desejos guardo-os para mim. 

 

Para conhecerem os cinquenta e cinco livros que li em dois mil e quinze podem consultar a minha página no goodreads ou no facebook do blogue.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D