Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

O melhor de 2014,


M*

31.12.14

o melhor, ou seja, o melhor do melhor de 2014 já o tinha escrito. Ainda assim, o ano que agora termina, foi recheado de pequenas coisas boas que merecem ser registadas. Portanto, eis o melhor de 2014 em diversas áreas,

 

O Livro

eu, malala

 Acompanhou-me na viragem de 2013 para 2014 e, sem dúvida que foi dos que mais me marcou. Poderia ter seleccionado outros livros como, Mil Sóis Resplandecentes (análise aqui) ou O Jogo do Anjo (foram intencionalmente escolhidos porque foram igualmente livros marcantes) mas, num ano em que tanto se falou de mulheres e em que Malala foi distinguida com o prémio Nobel da Paz, faz todo o sentido destacar a bibliografia desta menina guerreira. Uma vida de luta, esperança e fé.

 

A Série

GameofThrones

 Nunca fui moça de séries ou de filmes. Porém, de entre as poucas séries que acompanhei, A Guerra dos Tronos é, sem margem para dúvidas, a minha preferida. Já tinha ouvido falar imenso dela, desde amigos aos irmãos mas, admito, o facto de existir muito sangue e violência deixaram-me de pé atrás. No entanto, mais ou menos por altura do meu aniversário em Junho, enchi-me de coragem e vi o primeiro episódio... seguiu-se o segundo, o terceiro e, quando dei por mim, estava completamente viciada. Vi todas as temporadas em pouco mais de um mês, mais ou menos três episódios por dia... e, agora, estou ansiosa pela nova temporada.

 

O Filme

dallas-buyers-club.jpg

 Dos poucos filmes que vi em 2014, O Clube de Dallas foi, de longe, o mais marcante. O filme aborda as temáticas do VIH/Sida, transexualidade e o papel das companhias farmacêuticas, numa excelente interpretação dos actores. 

 

A Novela

A-Guerreira.jpg

  Gosto de novelas e, de todas as que passaram no ano que agora finda, A Guerreira ou Salve Jorge - na versão original brasileira -, é uma das minhas preferidas. O amor é um dos, aliás como em todas as novelas, ingredientes principais, apimentado por guerras, separações e intrigas. Porém, em A Guerreira, através da protagonista Morena, uma mulher forte e lutadora, o tema do tráfico e exploração sexual de mulheres é analisado e dominante, mostrando como é fácil seduzir uma mulher com promessas de um futuro melhor. Num tema tão pouco abordado, esta novela foi, provavelmente, uma das mais educativas que assisti até hoje. E é, de lamentar que, este género de novelas seja repetidamente atiradas para horários tardios, tal como acontece com outra que gosto muito, Lado a Lado.  

 

A Música

(estrangeira e portuguesa)

 

A Minha Viagem

20140816_164959_Fotor_Collage.jpg

 Este foi o ano em que, pela primeira vez na vida, coloquei os pezinhos no Algarve. No mês de Agosto rumei a sul para uns dias de descanso em terras algarvias onde fiquei a conhecer um pouquinho de um sítio tão elogiado e tão procurado. Porém, de facto, não seria o local mais adequado para umas férias relaxadas... gosto de sítios calmos, com pouca aglomeração de pessoas e crianças, de ter espaço suficiente para estender a minha toalha e, de facto, Algarve não condiz com a minha definição de férias. Mas, ainda assim, valeu pelos amigos.

 

O Meu Projecto

postal japão

 Postcrossing. A ideia é simples: partilhar postais com qualquer pessoa, em qualquer ponta do mundo.

 

O melhor de 2014...


M*

16.12.14

Quando, a quatro de Janeiro, escrevi o meu primeiro post neste canto, estava longe de imaginar no quão bom seria, no que me iria trazer. Sempre escrevi. Bem ou mal, sempre escrevi porque, independentemente do que escrevia ou da forma, sentia que algo se libertava. Escrevo, antes demais, para mim, para sentir que esse peso na alma se escapa por entre as palavras.

 

Curiosamente, sempre escrevi aqui, no sapo blogs. Andei noutros espaços, na descoberta, mas só aqui, no amigo sapinho é que senti mais conforto, mais simplicidade e facilidade. Apesar de escrever essencialmente para mim, sabia que não estava sozinha, que do outro lado alguém se identificava com as minhas palavras... de alguma forma, os meus sentimentos chegavam às pessoas certas e, aprendi-a que não estava sozinha. Por isso, quando naquela tarde fria de Janeiro decidi escrever as primeiras palavras, não duvidei em regressar aqui, ao cantinho especial...

 

Bom, e o que tenho eu a destacar sobre o melhor de 2014? 

 

A nível pessoal, pouco: ainda estou longe de concretizar os meus sonhos. Aliás, quiçá 2014 tenha sido um ano demasiado mau para mim... por pouco quase desisti, mandando tudo e todos às favas. Mas, há algo que devo e vou destacar deste ano... algo que não sei como apelidar. Poderia fazer uma lista com o melhor livro (que, em parte, já o fiz), a melhor série, a melhor música, a peça de vestuário, a personalidade, o acontecimento ou algo assim (quiçá até faça essa lista, se me der na telha), mas todas elas estariam longe de serem o melhor de 2014...

 

Pessoas. O melhor de 2014 são pessoas que, tal como eu, escrevem blogs ou simples nos contemplam com comentários.

 

Neste ano que agora termina, conheci blogs com pessoas que transformaram e coloriram os meus dias. Pessoas que, de alguma maneira, iluminaram os dias com os seus comentários ou com textos por elas escritos. Falo sobretudo de pessoas, a quem de alguma maneira devo um enorme obrigada: por me acompanharem e lerem os meus desabafos (às vezes sem sentido), os meus posts meios manhosos... por estarem presentes mesmo longe, por não me deixarem sozinha através de cada comentário e por até ter direito a ser mimada. Pessoas que me fazem querer continuar a escrever...

 

O problema de um blog pessoal, onde os sentimentos prevalecem sobre qualquer outro tema, é o receio de se tornar repetitivo, de escrever sempre o mesmo. Sempre foi o meu problema: tornar-me chata e repetitiva... mesmo escrevendo para mim (talvez por isso, quase nunca tenha conseguido escrever completamente um diário), acabo sempre por desistir de escrever. Meia dúzia de meses depois e a vontade reacende. Mas, por qualquer motivo, este blog é especial... estas pessoas que compõem o blog são especiais e fazem-me não querer deixar, não querer desistir. 

 

Por isso, o melhor de 2014 é, são as pessoas por detrás dos blogs, com os quais me identifico, mesmo quando nem sempre dou sinais de vida,

 

Magda, SofiaMargaridaNathy, CrisBB, JoanaVidasEmFlash, m-M, Maria, Ana, Xana, Babidibupi, OQueSeAma, EscorpiãoComDor, Cherry, JustSmile, Joana, Nice, Tânia, ARaparigaDoAutocarroMaria 

 

Mas, são também anónimos que se cruzaram com as minhas palavras e que, de alguma maneira me compreenderam e se identificaram com o que escrevi. Falo de anónimos que deixaram de o ser, que se tornaram amigos. Falo, em particular, de um que me atura quase todos os dias, mesmo a seiscentos quilómetros de distância...

 

E, por fim, como terminar sem deixar um enorme obrigada a toda a equipa do sapo blogs? Aqueles que andam por aí a ler, a destacar textos e a melhor esta casinha? Pois é, também eles são o melhor deste ano... 

 

Não sei o que se prepara o novo ano para me trazer ou tão pouco se por cá andarei, mas do velho ano que em breve terminará, é isto que destaco... O melhor de 2014 são as pessoas que, mesmo distantes, fazem parecer tudo tão próximo.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D