Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Os meus livros de 2016.


M*

06.01.17

Não li, em 2016, tanto quanto desejei nem tão pouco tanto como no ano anterior. Porque, por um motivo ou por outro, o peso do trabalho, do cansado dos dias ou da apatia para a leitura ditaram que o ano que terminou não fosse tão recheado de leituras. Li, segundo o Goodreads, 26 livros - embora três não tenha chegado a concluir -  contra 55 do ano anterior, cumprindo a meta estabelecida de 20 leituras. Não são, no entanto, estes valores que importam mas sim as leituras que me marcaram em 2016... e são cinco os livros favoritos (e sem qualquer ordem de preferência),

 

O Rouxinol

Kristin Hannah 

19204365_l2ydZ.jpg

O Rouxinol é o relato marcante e inesquecível de duas irmãs francesas no decorrer da II Guerra Mundial. Um romance histórico sobre a invasão alemã de 1939 a territórios franceses e que é simultaneamente uma homenagem à bravura, coragem e força das mulheres pela sobrevivência e resistência.

 

Duas irmãs unidas pela dor e perda, separadas pela guerra e pela forma como a encaram. Vianne acredita que o mais correcto será aceitar os nazis, Isabelle acredita no oposto.

(opinião)

 

Uma Praça em Antuérpia

Luize Valente

CAPA Uma praça em Antuérpia - Portugal 2015.jpg

É, arrisco-me a escrever, um dos livros que mais me marcou e surpreendeu. É, igualmente, um livro sobre a II Guerra Mundial, na perspectiva de duas irmãs portuguesas cujos destinos é marcado pelos "e ses" e pequenos detalhes... 

 

A história inicia-se na voz de Olívia que, contemplando uma velha e antiga fotografia de uma família, revela à neta Tita o terrível segredo que guarda na alma e no coração. Olívia é, no alto dos seus 80 anos, uma bem sucedida empresária portuguesas em terras brasileiras que, por fim, revela a história da sua irmã gémea, Clarice... e a sua própria história de vida. Clarice e Olívia, irmãs nascidas no Norte de Portugal, sempre foram inseparáveis. Porém, o início da II Guerra Mundial e a perseguição aos judeus, uma vez que Clarice é casada com um jovem judeu pianista, marcará o trágico destino da irmãs e respectivas famílias.

(opinião)

 

As Serviçais

Kathryn Stockett

Serviçais_sobrecapa.jpg

O romance de estreia de Kathryn aborda a década de sessenta e a segregação racial nos EUA. Um livro sobre três mulheres distintas, unidas pela vontade e necessidade de combater o preconceito baseado na cor, recheado de humor, amizade e esperança.

 

Um projecto clandestino, marcado pelo perigo, unirá as três mulheres... é a necessidade de combaterem o preconceito racial e sociais, que as sufocam, que mudará o destino d' As Serviçais.

(opinião)

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert

Joel Dicker

alf-o-caso-harry-quebert_150dpi.jpg

É de um livro que este livro fala... e do assassínio de uma jovem. Um romance policial recheado de mistérios, capaz de nos envolver desde a primeira página, levando-nos a achar que descobrimos a verdade sobre o caso Harry Quebert quando, inesperadamente, um detalhe muda o rumo das suspeitas...

 

Confia em Mim

Lesley Pearse

500_9789892336435_confia_em_mim.jpg

É, arrisco-me a escrever, um dos livros mais marcantes e chocantes de Lesley Pearse. Confia em Mim relata-nos a história de duas irmãs inglesas a quem a vida cedo demais se revela dura. Perdem, ainda meninas, a mãe e o pai é condenado pela morte suspeita da mãe. Entregues aos cuidados de irmãs religiosas num orfanato inglês, as irmãs vivem marcadas pelas regras e punições severas. Porém, acreditando num novo recomeço e melhor futuro, as irmãs aceitam integrar um programa que as levará à Austrália e a uma vida que profundamente as marcará.

 

Os livros que marcaram o meu 2016 podem ser visualizados em goodreads ou pela tag leituras 2016. 

 

A Promessa de Lesley Pearse.


M*

07.07.16

15796131_uc37c.jpeg

 A Promessa, da escritora britânica Lesley Pearse, é a continuação da inspiradora história de vida de Belle.

 

Sonhos Proibidos, opinião já partilhada aqui e primeiro volume da trilogia, dá-nos a conhecer o trágico destino da jovem Belle: o tráfico de jovens e mulheres para fins sexuais. Reencontramos, neste segundo volume, uma Belle madura, lutadora e conquistadora. Feliz, a jovem casou com Jimmy, o seu primeiro amor, ultrapassou os traumas do tráfico, alcançou o sonho de abrir uma elegante loja de chapéus e, por fim, espera o primeiro filho. A vida do jovem casal parece sorrir a cada nova conquista porém, e com o ínicio do mês de Julho de 1914, o destino é-lhes alterado por uma Europa abraços com o início da I Guerra Mundial. Jimmy, tal como milhares de outros jovens ingleses e europeus, vê-se obrigado a partir para a guerra. Belle, por seu lado e após os seus sonhos desfeitos, parte para França como voluntária na condução de ambulâncias que transportam os feridos de guerra pela Cruz Vermelha. É, num cenário de morte, dor e sofrimento que Belle reencontra um amor antigo e todo o seu universo se desmoronará... bastará um olhar. 

 

O segundo volume da trilogia Belle é a confirmação do carácter determinado e corajoso de Belle: perante as dificuldades, jamais deixa de lutar, procurando alternativas ao trágico caminho que trilha. Uma personagem verdadeiramente inspiradora, apaixonante e inesquecível.

Qualquer pessoa consegue fazer seja o que for, se tiver determinação suficiente.

 

Belle representa a luta das mulheres, no decorrer da I Guerra Mundial, para ocuparem os lugares anteriormente destinados aos homens, bem como um retrato poderoso sobre a importância feminina nos cenários de guerra. A Promessa mais do que um romance romântico feminino é, na verdade, um relato comovente e poderoso sobre o trágico destino de milhares de homens nos campos de batalha, bem como a drama dos sobreviventes mutilados fisicamente e psicologicamente e suas famílias. Lesley Pearse surpreende, é importante frisar, pelos detalhes vivos sobre as batalhas tramadas entre ingleses e franceses contra os alemães, fazendo-nos sentir os sentimentos dos protagonistas e reflectir sobre o tema. 

Não escolhemos o amor, é o amor que nos escolhe a nós.

A Promessa é, para mim, um excelente romance histórico sobre um período tão marcante e pertubador da História europeia. Resta-me És O Meu Destino para concluir a saga Belle. 

Mas imaginar é apenas pensar no que queres que aconteça. (...) mas se não tiveres um sonho e trabalhares para o realizar, nada mudará.

___

 

Título Original: The Promise, 2012 (vol. 2)

Autora: Lesley Pearse, Inglaterra

ISBN: 9789892324722

Páginas: 528

Editora: Asa, 2013

Sinopse: 

No início de julho de 1914, a Europa vive os seus últimos dias de inocência.
A jovem Belle realizou os seus sonhos. A uma infância pouco comum seguiram-se anos dramáticos, ao longo dos quais quase cedeu ao desespero. Mas a sua coragem e determinação prevaleceram. A sua vida é agora feliz. Está casada com Jimmy, o seu primeiro amor, e conseguiu abrir a elegante loja de chapéus que sempre desejou. Mas a História do mundo está prestes a mudar. A I Guerra Mundial vai arrastar consigo milhões de pessoas. Belle e Jimmy abdicam de tudo para defenderem o seu país. São ambos destacados para França, onde Jimmy vai arriscar a vida nas trincheiras e Belle conduz uma ambulância da Cruz Vermelha. É um tempo de devastação sem precedentes em que sobreviver a cada dia representa uma vitória. E é quando o passado menos ocupa os seus pensamentos que Belle será obrigada a confrontá-lo pela derradeira vez.
Bastará um momento. Um homem. Um olhar.
Entre a luta pela sobrevivência, uma paixão proibida e a lealdade devida a um grande amor, Belle está perante uma escolha impossível. Mas ao viver na pele um dos mais sangrentos conflitos da História, terá ela poder sobre o seu destino?
A Promessa é a continuação da história de Belle, a inspiradora heroína de Sonhos Proibidos.

3M/12L | Sonhos Proibidos de Lesley Pearse.


M*

02.04.16

13935218_U3QwI.jpg

 Sonhos Proibidos de Lesley Pearse é uma narrativa intensa e dramática, história de coragem e sobrevivência de uma jovem mulher num universo onde jamais escolheu entrar. O ano de 1910 ficará marcado irremediavelmente na memória de Belle Cooper...

 

A jovem tem 15 anos e vive uma vida despreocupada e solitária. O jovem Jimmy é o seu primeiro amor, colorindo-lhe os dias solitários de amizade e sonhos. Inocente, ingénua e doce, Belle não se apercebe de que a casa onde vive é um bordel. Gerido pela personalidade forte e marcante da mãe e graças aos extremos cuidados da ama, Belle compreenderá, de forma marcante, a noção de bordel e prostituição. O assassinato de uma das jovens da casa, em que Belle presenciará o crime, mudará irremediavelmente o destino da adolescente.

 

Primeiro volume da trilogia Belle, Sonhos Proibidos é uma história tocante e comovente sobre o tráfico de crianças e mulheres para fins sexuais. A história de Belle viajará por França e EUA, mostrando os caminhos negros da prostituição forçada no início do século XX. É as memórias de infância da mãe e da ama, bem como a ingenuidade dos gestos de um primeiro amor de Jimmy, que Belle se agarrará para escapar às mãos do tráfico. A ingénua Belle torna-se, a cada nova página, numa Belle corajosa e determinada, fitando o traçado destino. 

 

Belle é, inevitavelmente, a narrativa de muitas Belles do século XXI. A narrativa de Lesley Pearse retrata um passado que, infelizmente, permanece no presente. A história dramatica de Belle, misturados à miséria e crime, representa histórias de vida reais não muito distantes de nós ou diferentes da narrativa. Uma história intensa, revoltante e desafiante porque, no fundo, o tráfico de crianças e mulheres para fins sexuais do inicio do século XX não se afigura tão diferente do praticado no século XXI...

 

Sonhos Proibidos é inspirador e empolgante, um dos melhores livros que já li da autora. Fã de Lesley Pearse desde Nunca Me Esqueças e depois de vários livros lidos da autora - Nunca Me Esqueças, Nunca Digas Adeus, De Amor e Sangue, A Melodia do Amor, Segue o Coração e Procuro-te -, o primeiro volume desta saga tornou-se num dos meus livros favoritos. A escrita da autora foge, um pouco, ao registo habitual, usando expressões e termos poucos usuais nos seus livros. No entanto, é uma narrativa que nos cativa e prende. 

 

Belle, enquanto personagem, representa a força e a coragem das mulheres para fugirem ao traçado destino... é impossível esquecer Belle, reencontrando-a em A Promessa, o segundo volume da saga.

 

imagem do desafio literáario 12.jpg

 

Lesley Pearse foi a minha escolha para o projecto 12 Meses, 12 Livros. O objectivo deste desafio é ler um livro subordinado a uma temática particular. O dia internacional da Mulher celebrou-se no dia 9 de Março e, como tal, o livro do mês deveria ser de uma escritora. A escolha não foi ingénua. Lesley Pearse é uma das minhas escritoras favoritas e Sonhos Proibidos, ao abordar a temática da prostituição e tráfico de crianças e mulheres relembra o quanto ainda necessitamos de mudar pela igualdade entre Mulheres e Homens.  

 

___

 

Título Original: Belle, 2011 (vol. 1)
Autora:
Lesley Pearse, Inglaterra
ISBN:
9789892321493
Páginas:
624
Editora:
Asa, 2012
Sinopse:

Londres, 1910.
Belle tem quinze anos e uma vida protegida. Graças aos cuidados da ama, ela nunca se apercebeu de que a casa onde vive é um bordel, regido com mão de ferro pela sua mãe.
Porém, a verdade encontra sempre maneira de se revelar... Para Belle, será no trágico dia em que assiste ao assassinato de uma das raparigas da casa. Ingénua e indefesa, ela fica à mercê do criminoso, que a rapta e leva para Paris, onde se inicia como cortesã.

Afastada do único lar que conheceu, a jovem refugia-se nas memórias de infância e acalenta o sonho de voltar aos braços do seu primeiro amor, Jimmy. 
Mas Belle já não é senhora do seu destino. Prisioneira da sua própria beleza, é alvo do desejo dos homens e da inveja das mulheres. Longe vão os anos da inocência e, quando é levada para a exótica e decadente cidade de Nova Orleães, ela acaba por apreciar o estilo de vida que o Novo Mundo tem para lhe oferecer. Mas o luxo e a voluptuosidade que a rodeiam não mitigam as saudades que sente de casa, e Belle está decidida a tomar as rédeas da sua vida. Um sonho que pode ser-lhe fatal, pois há quem esteja disposto a tudo para não a perder. No seu caminho, como barreiras fatais, erguem-se um continente selvagem e um oceano impiedoso.
Conseguirá o poder da memória dar-lhe forças para sobreviver a uma viagem impossível?

Uma Paixão Chamada Livros, 30/40.


M*

11.03.16

Dia Trinta

 

imagem desafio livros.jpg

 

Personagem literária que nunca devia ter sido criada...

 

Pergunta complicada. Por um lado, considero que não existem personagens literárias que nunca deveriam ter sido criadas; por outro, porém, considero que existem personagens literárias desnecessárias. A verdade é que cada personagem, por mais odiosa ou aborrecida que seja, existe por qualquer motivo, mesmo que não o compreendamos, ou mais não seja porque o escritor/a a considerou necessária.

 

Poucos foram os livros, felizmente e até à data, em que me deparei com uma personagem que considerei que nada acrescentaram à história... dois, somente. Não considero, no entanto, que sejam personagens que nunca deveria ter nascido: simplesmente não lhes encontrei relevo ou interesse no desenvolvimento da narrativa.

 

Theo do livro A Melodia do Amor, de Lesley Pearse, é personagem desnecessária - na verdade, inútil - ao desenvolvimento da narrativa. Embirrei com a personagem mal entrou na história e, sinceramente, a única utilidade desta personagem foi destabilizar toda a história, colocando a personagem principal, a jovem Beth em sarilhos evitáveis. Mas, lá está, a personagem nasceu para dificultar a trama de vida de Beth... sem Theo o livro não seria o mesmo.

 

18475159_1EuyZ.jpg

 

O padre Michael de Em Troca de Um Coração, de Jodi Picoult, é outra das personagens que, a meu ver, nada de importante traduz à história. Pessoalmente, sem o testemunho profundamente religioso de Michael, ou menos vincado, Em Troca de Um Coração seria bem mais interessante... embora compreenda os sentimentos de duvida do padre ao longo da narrativa. 

 

12728838_478754218980266_5998534007789038531_n.jpg

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika WebbNoqeCaracolMorena e As Minhas Quixotadas onde podem consultar as suas escolhas literárias.  

 

Uma Paixão Chamada Livros, 28/40.


M*

09.03.16

Dia Vinte e Oito

 

imagem desafio livros.jpg

 

Personagem literária que gostarias de conhecer...

 

As personagens literárias que eu adoraria conhecer são, igualmente, pessoas que viveram num passado mais ou menos real relatados em livros. Livros baseados em factos reais são deliciosos e, inevitavelmente, saber que aquelas personagens existiram, verdadeiramente, testemunham a força e a coragem com que viveram e ultrapassaram os desafios da vida. As minhas escolhas são, portanto, uma homenagem a mulheres, e a um homem, de caractér especial e extraodinária força de vida...

 

Valentino

51g8UVU61lL._AC_UL320_SR222,320_.jpg

 

D. Maria II 

9789896263690.jpg

 

Mary Broad

500_9789892303178_nunca_me_esquecas.jpg

 

Dita

BIBLIOTECARIA DE AUSCHWITZ_PR.png

 

Malala

1507-1.jpg

 

Filipa de Lencastre

img_388x579$2012_09_03_08_11_00_38210.jpg 

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika WebbNoqeCaracolMorena e As Minhas Quixotadas onde podem consultar as suas escolhas literárias.  

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D