Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

Sex | 23.10.15

Ódios Literários: o outro lado dos livros.

M*
Um livro é recheado de páginas mágicas. Um livro é capaz de despertar mil e uma emoções em que o lê. Um livro, a cada nova página, possui poderes mil que nos provocam um sorriso ou uma lágrima. Ler é partilhar com as personagens pedaços de sentimentos, histórias, sonhos, viagens.   Um livro é capaz de tanta coisa... E, porém, nem sempre um livro nos marca pelo lado positivo. Nem sempre falamos do lado negativo de um livros. Todos nós temos os nossos ódios literários: uma (...)
Seg | 09.02.15

*Leituras do mês de Janeiro.

M*
O mês de Janeiro terminou e, com ele, cinco livros. Na verdade, entre o final de Janeiro e o presente dia nove, já li mais dois, mas estes não contam para a estatística de Janeiro - um comecei-o a ler no final do mês, terminando-o a dois de Fevereiro, portanto, ficou de fora. Cinco, julgo que é um bom número, sem pressas nem exageros. E, assim sendo, aqui ficam os meus livros de Janeiro,   Quando Estiveres Triste, Sonha
Qua | 03.12.14

(...)

M*
Uma prendinha de Natal maravilhosa? Conseguir ganhar este passatempo... seria como ganhar o euromilhões! Já lancei os dados, agora só preciso de um rasgo de sorte... e era tão bom!    * (mas, como nunca tenho sorte nestas coisas, fico-me pela participação... e esperança!)
Ter | 11.11.14

Difícil vai ser escolher,

M*
o primeiro para começar a ler, embora já tenha uma ligeira inclinação ali para a Isabel... à muito que quero ler um livro dela. Tenho uma política: só comprar livros de valor inferior a 15€ no máximo, assim a custar muito e a pensar quinhentas vezes, os 18€ *. E, os romances históricos de Isabel ultrapassam a minha política. Portanto, não imaginam o meu ar de contentamento e alegria quando D. Maria II me saltou à vista. Nunca mais o larguei - embora o primeiro livro que (...)