Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Dia Quarenta e Cinco. Próximo livro a ler...

E, para finalizar o longo desafio literário de quarenta e cinco dias, as minhas próximas leituras... De momento, finalizo o desafio a ler, 

 

Ilusão Perfeita 

Jodi Picoult 

Screenshot_2015-06-12-09-57-27~01.png

 

Porém, a lista de livros em espera é significativa e, concluindo este, seguem-se...

 

IMG_20150612_095253.jpg

 

(Post escrito via Samsung Mobile)

 

___

 

11180265_10153384994744636_836664787_n.jpg

  O desafio literário foi-me sugerido pela Magda. A ideia é, durante quarenta e cinco dias, todos os dias, à mesma hora, falar-se sobre livros, respondendo às questões sobre o universo dos livros. O objectivo do desafio é simples: se por um lado, consiste numa de gostos e experiências sob o mundo dos livros, por outro, este desafio leva-nos-à a pensar e a reflectir sobre os livros que já lemos. Iniciado a 1 de Maio de 2015 e durante 45 dias, neste blog, falar-se-à maioritariamente de livro. Não se esqueçam de visitar a Magda e conhecer as suas escolhas literárias

Sobre livros, os finais e as continuações...

E, quando acabamos um livro bom e sentimos que, finalizada a última folha, o nosso universo mudou? Quando maldizemos o autor (ou a editora) por dividir o livro em partes? É por estas que eu não gosto de sequelas. Fujo a livros com as palavras volume, trilogia ou saga. Ou os tenho todos em casa, ou tenho posses para comprar os seguintes ou, tento evitar. Apaixonar-me por um livro e aguardar ansiosamente pela continuação, sem saber quando o posso adquirir, é simplesmente frustrante. E, quanto mais resisto, pior a emenda: é quando aparece alguém que me diz que é mesmo muito bom e me faz cair na tentação de comprar o primeiro volume... Talvez seja um pouco exagerado dizer que o nosso universo mudou por um livro mas quem nunca ficou a remoer com o final do mesmo? Hum? Quem nunca, que atire a primeira pedra! 

 

Aliás, nem precisam de ser sequelas... basta só ser um bom livro.

 

E, o que é um bom livro? É aquele onde encontramos uma certa afinidade ou identificação com as personagens, que nos prende da primeira à última página ou que (e como já me aconteceu) numa primeira análise não gostamos mas, com insistência e lá para meio do livro, nos faz desejar saber o final de cada uma das personagens. Bons livros que, mediante a temática abordada, nos provocam alguma espécie de sentimento: choramos, rimos, nos perguntamos como a maldade parece triunfar, nos comove e faz-nos reflectir sobre os dramas das vidas reais... simplesmente parecem despertam o desejo de entrar livro dentro. Sobretudo, livros que, finalizados à uma e meia da manhã permitem que sonhemos com as personagens. *

 

Quando termino de ler um bom livro, apoderam-se de mim mil e uns sentimentos: quero mais, sempre mais! E, depois, surgem as dúvidas e questões sobre os finais, sobre o espaço de tempo que não se menciona mas sente-se, sobre as personagens... até ler um novo livro e o ciclo recomeçar. 

 

 

 

* e, este meu texto deve-se ao final do primeiro volume de Um Mundo Sem Fim de Ken Follet: terminei o livro àquela hora, não tenho o segundo volume e quero saber ansiosamente os finais das personagens, sobretudo, o de Caris com quem tanto me identifiquei...)

 

** (e, desculpem lá se o texto estiver para o confuso: admito que ando numa daquelas fases em que eu e escrita andamos de candeias viradas... ou seja, falta de inspiração e vontade de escrever)

Um mar de livros... estou a ler,

Mensagens

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.