Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Uma Paixão Chamada Livros, 3/40.


M*

03.02.16

Dia Três

 

imagem desafio livros.jpg

 

Livro que leste mais vezes...

 

Nunca tive o hábito da releitura. Sempre considerei que dada a minha longa lista de livros por ler, a necessidade de me aventurar em novos mundos literários, não me permitiam perder-me em releituras. Porém, pela ausência ou impossibilidade de adquirir novos livros, por obrigação ou simplesmente porque me marcou, conto cinco livros que li mais do que uma vez.

 

Os dois livros que reli mais vezes foram...

 

prin_550.jpg 

O Principezinho de Antoine de Saint-Exupéry li-o em adolescente, reli-o no ensino secundário e voltei-o a reler na Universidade.... e julgo que não preciso de explicar o porquê. Curiosamente, só muito recentemente é que consegui comprar O Principezinho para a mim e incluí-lo à minha estante - a edição da imagem -, um livro comemorativo adquirido através da revista Visão e que eu considero lindíssima. Todas as vezes que o li tinha-o feito através de requisições na biblioteca ou por empréstimo de amigos. 

 

memorial do convento.jpg

 Memorial do Convento de José Saramago foi leitura obrigatório no meu 12.º ano do ensino secundário. Inicialmente, admito, detestei. No entanto, o facto de ter pequenos testes todas as semanas a capítulos pré-definidos pela professora, obrigaram-me a ler o livro e reler capítulos. Fui obrigada a ler, custou-me horrores iniciar-me em Saramago mas, no final, tornou-se um dos meus livros favoritos. Memorial do Convento levou-me a aventurar-me na leitura de Ensaio Sobre a Cegueira e Evangelho Segundo Jesus Cristo.

 

Como expliquei inicialmente, no passado, por falta de possibilidades económicas para adquirir livros diferentes dos indicados nas diversas disciplinas de licenciatura e mestrado, reli algumas histórias que adorei e me marcaram. Ou seja, quando não estava a ler livros para a Universidade, li e reli...

 

n17_renata1.jpg

 Para a Minha Irmã de Jodi Picoult é um dos meus livros preferidos. Li o livro duas vezes e o filme mais do que duas, sendo também um dos meus filmes favoritos. Li-o, pela primeira vez, em 2010. Um livro profundo, comovente e emocionante. Uma história de amor incondicional e um desfecho imprevisto. Uma leitura, para mim, obrigatória para amantes dos livros.

 

18360492_KBFRy.jpg

Os Retornados: Um Amor Nunca Se Esquece de Júlio Magalhães é um livro simples e rápido de ler. Li-o em 2012.

 

Por fim, mais recentemente, ando a reler um dos meus livros favoritos de todo o sempre... e uma leitura imprescindível para qualquer amante de livros,

 

9789722032308.jpg

 A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón, lido em 2013... a releitura mais recente.

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika Webb e Noqe, onde podem consultar as suas escolhas literárias.

Dia Seis. Livro(s) que leste mais vezes.


M*

06.05.15

Confesso: não tenho por hábito reler livros. O vício da leitura, de ler com regularidade, cresceu nos últimos dois ou três anos. Nos anos anteriores, entre a licenciatura e o mestrado, a necessidade de leitura ficou guardado numa espécie de caixa, na mesma onde guardo as coisas mais importantes. Na época, os textos e livros académicos eram mais do que suficientes para "matar" um pouco o meu desejo de leitura, o chamado ler por necessidade. Ainda assim, volta e meia sentia necessidade de ler por prazer e, tendo sempre o dinheiro contado, procurei reler alguns livros, sendo eles,

 

Para A Minha Irmã

Jodi Picoult

image17195889.jpg

 Li-o umas duas vezes. Vi a adaptação para cinema umas três vezes. Definitivamente, depois de ler cinco livros de Picoult este, é de longe, o meu preferido desta escritora norte-americana. Primeira leitura em 2010.

 

Memorial do Covento

José Saramago

Memorial-do-Convento.jpg

 Uma vez que, tratando-se de leitura obrigatória no ensino secundário e tinha pequenos testes semanais sobre os capítulos, reli-os várias vezes na ânsia de não perder pequenos detalhes. Lido em 2006.

 

Os Retornados: Um Amor Nunca Se Esquece

Júlio Magalhães

51UDsyXWd8L.jpg

 Li-o duas vezes. Não me recordo ao certo porque motivo o comprei... talvez pelo tema, talvez pelo título, talvez pelo nome de quem o escreveu. Mas, o que é certo é que gostei imenso deste livro, de leitura leve e simples. Longe de ser um dos melhores romances de época que li, Júlio Magalhães convida-nos a conhecer, numa escrita absorvente e delicada, a dolorosa Ponte Aérea de 1974 e 1975, entre Angola e Portugal. Joana, a protagonista desta história, tinha tudo para ser uma advogada promissora mas, o sonho vira realidade e, a jovem torna-se naquilo que sempre quis ser: hospedeira de voo. É, num voo sobrelotado, que o destino de Joana se cruza com o de Carlos Jorge, um homem perturbado pelo retorno forçado a Portugal. Através do olhar de Joana e Carlos, conhecemos o drama de dois países: de um lado, Angola, a braços com movimentos independentistas que semeavam a morte e a guerra, do outro, Portugal, onde a revolução de Abril de 1975 produzia mudanças e consequências. E, é neste espiral de mudança que, os retornados da maior Ponte Aérea portuguesa abandonam casa, empregos e amigos. Lido em 2012.

 

O Principezinho

Antoine de Saint-Exupéry

6666158_chQQJ.jpg

 

 Não me recordo em que ano o li mas, relembro-me de o ter lido e relido com a minha irmã mais nova. Uma história intemporal, verdadeiramente encantadora e inesquecível.

 

___

 

11180265_10153384994744636_836664787_n.jpg

 O desafio literário foi-me sugerido pela Magda. A ideia é, durante quarenta e cinco dias, todos os dias, à mesma hora, falar-se sobre livros, respondendo às questões sobre o universo dos livros. O objectivo do desafio é simples: se por um lado, consiste numa de gostos e experiências sob o mundo dos livros, por outro, este desafio leva-nos-à a pensar e a reflectir sobre os livros que já lemos. Iniciado a 1 de Maio de 2015 e durante 45 dias, neste blog, falar-se-à maioritariamente de livro. Não se esqueçam de visitar a Magda e conhecer as suas escolhas literárias

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D