Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

Qua | 18.01.17

Retomar.

M*
Vou, ou na verdade já algum tempo que o fazia, retomar a saga pela busca de um emprego. Não me sinto totalmente satisfeita no meu trabalho de operadora de loja, embora não o desgoste ou me sinta mal, mas a pressão imposta, a possibilidade de não renovação do contracto e a necessidade de novos voos ditam a que arrisque uma nova aventura. Estou, presentemente, no meu último contracto de trabalho e, aproveitando as minha actual situação de férias, ando a pesquisar trabalhos na zona (...)
Sab | 23.01.16

A ironia do desemprego.

M*
O senhor recrutador do Lidl considerou que o meu perfil profissional não se encaixava no de uma operadora de loja. A senhora da Adecco achou que não me enquadrava como comercial. Os senhores de um call-center em língua espanhola optaram por não me entrevistar. Na verdade, não me foi dada a hipótese de me apresentar profissionalmente, numa entrevista, às vagas referidas.    O irónico disto tudo é que trabalhei, durante anos, e vou trabalhando, num café/pastelaria/restaurante, (...)
Qui | 28.05.15

IEFP, afinal para que serve?

M*
A pergunta surgiu-me, depois de mais uma convocatória para, como se costuma dizer, mostrar suposto trabalho.   A primeira convocatória, recebia-a em Março e, como relatei aqui, resumia-se à necessidade de actualizar a data de validade do meu cartão de cidadão. Recentemente, a nova convocatória encheu-me de esperanças visto indicar no texto Entrevista Colocação. Imaginava eu, ingenuamente, que me iriam propor (...)
Qui | 02.04.15

Do IEFP,

M*
sobre caricata e absurda situação de renovar um cartão de cidadão... ou, a data do mesmo. Recentemente recebi uma convocatória por parte do centro de emprego onde constava a necessidade de actualizar os dados da minha ficha para, segundo eles, conseguirem satisfazer o meu pedido (ahahahahahahahaha, tão cómicos... em cinco (...)