Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Da saga dos livros emprestados.


M*

19.04.15

Raramente empresto um livro. Na faculdade, enquanto estudante, emprestei vários livros académicos que, ainda hoje, não voltei a ver. No presente, a carência de amizades é factor principal para não emprestar livros - sim, de facto, não tenho amizades nos dias que correm e onde moro.

 

ogc0tj.jpg

 

Porém, há uma rapariga minha conhecida que, volta e meia, me pede livros emprestados. É a única num raio de vários quilómetros que gosta de ler. Bom, ainda enquanto estudantes, emprestei-lhe um livro juntamente com algumas peças de roupa de uma amiga porque, sendo recém chegada à cidade, a viver as praxes e a cidade, ainda não tinha conseguido trazer tudo o que queria. Tinham as duas corpos semelhantes e, a verdade é que, a minha amiga só voltou a ver as peças de roupa um ano depois... assim, como eu, o meu livro. E, tal só aconteceu graças à minha insistência: foi preciso insistir, chatear, ameaçar. Durante muito tempo e até ao ano finalizado de dois mil e catorze, não voltei a falar com ela... pela atitude, pelas vidas académicas distintas, porque não se proporcionou. 

 

O cenário voltou-se a repetir. A burrice é minha. Pura estupidez. Um livro que eu li em pouco menos de duas semanas, emprestado no final de dezembro e, até hoje, continuo sem lhe ver a cor. Insisto, chateio, ameaço. Não consigo dizer não... é isso e a falsa ideia do quiçá não se volte a repetir. A ver se, realmente, é nesta semana que se inicia que o livro regressa a minha casa. 

 

Quando se empresta um livro, pressupõem-se que o mesmo não levará meses, anos, a regressar à origem, à proprietária. Quando se empresta um livro, pressupõem-se que, depois de exigido pela proprietária e, independentemente de se ter acabado de ler ou não, ele regressará na altura pedida. Quando se empresta um livro, pressupõem-se que o mesmo voltará bem carinhosamente bem tratado... ou, pelo menos, espero que, apesar da demora, ele esteja bonzinho da silva, tal como quando o deixei ir. 

 

tumblr_mson1vhS9l1s6w8gdo1_500.jpg

 

(portanto, eu... esperando, esperando, esperando)

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D