Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

O lado ruim de lavar o carro ...

... é que descobrimos que aquelas marcas pretas que julgávamos não serem mais do que sujidade, na verdade, são estranhos riscos e dos quais, almas distraídas, não fazemos ideia de como lá foram parar.

 

wedding-gallery-1.jpg

 

Era tão mais feliz quando permanecia na inocência de achar que aqueles riscos eram sujidade.

Confesso-me ...

... sou uma azelha na condução e tenho por defeito confundir direita com a esquerda mas, nunca, em todos os últimos meses de condutora regular fiz uma rotunda pelo lado de fora quando pretendo sair na terceira saída. Confuso? Pois. A mim também me faz confusão a forma como a maioria do pessoal faz as rotundas. É assim tão difícil seguir está regra, 

 

 

Regras simples que, aparentemente, a maioria é incapaz de interiorizar. Não fosse eu tão cuidadosa e, quiçá, o estrago fosse maior... 

A estranha sensação de conduzir para a liberdade.

Nunca gostei de conduzir. Não sou, de todo, a melhor condutora do mundo. Não sei estacionar o carro na lateral. Não gosto de fazer ultrapassagens nem de rotundas. Porém, a verdade é que, apesar de não gostar de conduzir e não ser a condutora mais experiente ou confiante, existe uma estranha liberdade em conduzir. Quando me aborreço ou sinto que estou prestes a dar em louca, saio-o de casa e pego no carro para conduzir largos minutos. Vou até à cidade, contemplo a praia na noite escura ou, simplesmente, deixo-me passar algumas horas sentadas no café na companhia de um livro. Conduzo à noite quando, na zona onde moro, o volume parece ser menor... e, quando o meu dia-a-dia não exige mais de mim. Cantarolo, desafinadamente, as músicas que me acompanham na rádio. Imagino-me a viajar sem destino ou rumo. Sonho, enquanto conduzo e sem nunca abandonar os olhos da estrada, mil e um cenários distintos à minha realidade. Existe uma estranha e perversa sensação de liberdade em conduzir à noite... e é esta a sensação de liberdade que me faz conduzir. 

 

trocar.jpg

Um mar de livros... estou a ler,

Mensagens

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.