Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Chocolate e sexo: quinze razões.

A internet é, de facto, uma arma genial. Volta e meia descobrem-se estudos e teorias formidáveis que, regra geral, não lembram ao diabo, como se costuma dizer. Portanto, numa das minhas navegações virtuais, acabei por tropeçar numa teoria bastante engraçada: quinze razões para preferir o chocolate ao sexo. E, embora a teoria seja aplicada, essencialmente, às mulheres, uma vez que, segundo um estudo, apenas 9% das mulheres concordam que sexo é uma das coisas mais difícis de viver sem, e 22% preferem o chocolate; considero que serve para ambos... basta ser-se apaixonado por chocolate. Bom, depois do blablabla, passemos às quinze razões:

 

     Quinze razões para preferir o chocolate ao sexo

  1. O chocolate satisfaz mesmo quando amolece.
  1. Pode comer chocolate no carro sem ser interrompida pela polícia.
  1. Pode comer chocolate à frente de todos.
  1. Se morder com força, o chocolate não grita nem protesta.
  2. O chocolate não protesta por ser comido muito depressa.
  1. Não tem que mentir ao chocolate.
  2. Pode comer chocolate em qualquer dia da semana.
  1. Um bom chocolate e fácil de se encontrar.
  1. Nunca se é «muito jovem» ou «muito velha» para comer chocolate.
  1. Quando come chocolate os vizinhos não ouvem.
  1. O tamanho do chocolate não importa, apenas o prazer que ele proporciona.
  2. Coma chocolate à vontade: nunca vai engravidar.
  1. Não precisa de usar preservativo para comer o chocolate.
  1. Ninguém termina um casamento por falta de chocolate.
  2. Não precisa de esperar cerca de meia-hora para comer outro chocolate.

 

Dos quinze aspectos, o ponto oito e doze são, para mim, do melhor. O bom chocolatinho, de facto, é fácil de achar e encontra-se na prateleira de um qualquer supermercado e, embora não engravide, abusar no consumo pode levar a sintomas semelhantes. No seu todo, a teoria está bastante boa e fiável. Mas, o melhor é, ainda assim, juntar prazer dos dois: não me refiro a brincar com o chocolate durante o acto em si mas, sim, comer muito e fazer muito... e, é claro, com juizinho e medida que, tudo o que é em excesso, também é prejudicial.

 

* (retirado de Supa Woman | De eles para elas)

No dia dos namorados,

nada melhor do que a companhia,

IMG_20150214_191320.jpg

do vento e da chuva,

da mantinha mais quente do universo,

de uma enorme tablete de chocolate,

um computador para a música,

e um bom livro... um romance, para assinalar o dia!

 

Aos enamorados, um feliz dia.

Aos solteiros, tal como eu, transformem-no num dia feliz!

Um gelado que não é gelado.

Tive a oportunidade de comer uma coisinha destas e só lamento o tamanho minúsculo do chocolate... soube a pouco... muito pouco! Vários chocolates numa maravilhosa bolacha... hum... só de pensar dá vontade de ir comprar outro!
khffjnf.jpeg

A Cornetto lançou uma versão limitada de gelados de Inverno que não são gelados. Confusos? Vamos por partes: trata-se apenas da bolacha e do chocolate usados nos gelados da Cornetto. É o prazer de um pequeno gelado sem precisar da arca de gelados. Se a confusão persistir, podem consultar o post da Cherry onde li pela primeira vez sobre estes gelados no Inverno

 

* (procurei no site da Cornetto Portugal mais informações sobre o produto mas, aparentemente, ainda não está disponível)

 

Um mar de livros... estou a ler,

Mensagens

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.