Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Levo-te comigo.


M*

25.02.15

Presente em cada sonho. Nos dias que vivo, nos sons que escuto, nas cores que me rodeiam e pintam os meus olhos. Levo-te comigo. Na tristeza dos dias, nos sorrisos sinceros do presente, nos sonhos do amanhã. Levo-te comigo. Nos livros que partilho contigo, nos passos pelas ruas da vila, na ausência que sinto de ti. Sinto-te comigo. No frio que me barre a alma e o corpo, quando mergulho nos pensamentos do amanhã e te sinto num livro. Sinto-te comigo. Quando fecho os olhos invades sempre os meus sonhos, abraçando-me e sussurrando as palavras que ansiamos ouvir dos lábios um do outro.

 

Levo-te comigo. Sinto-te comigo. Que coisa tão traiçoeira, a solidão. Faz-nos sentir a presença de quem não conhecemos, quiçá, nem exista. Amo-te. Sem saber se existes. Amo-te e não consigo ver o teu rosto no cinzento dos sonhos. E, no meio destas parvoíces que para aqui escrevo, sinto-te e levo-te comigo. Solidão, quiçá sejas esse o teu nome... e, agora escrevo ao desconhecido e à solidão e julgo que estou a ficar louca.

 

E, no dia em que o destino juntar os nossos caminhos, será que te vou conhecer e sentir nas cores dos dias... para lá de um sonho? 

Sinto falta de dias assim,


M*

16.11.14

tumblr_lg4k71fyoh1qb4tdlo1_500_large.jpg

Sinto carência de um dia assim, tu e eu, num quarto recheado de nós. Um dia entre lençóis, enquanto a chuva se faz ouvir, como se fosse a nossa música. Sinto saudades desses dias, dos dias de Inverno e de nós dois... do frio  que nos aquecia a alma. Um dia a ver filmes estúpidos, acompanhado por gargalhadas e pelo vento. Sim, sinto falta de ti, de nós dois. A felicidade são dias simples, sem planos, nem passados ou futuros, apenas o momento preenchido de nós. Desculpa, o meu coração é idiota... sentir falta de quem, um dia, tanto mal nos fez. Sinto falta de te ter só para mim. Carência de ti... que pura burrice! Mas, sei lá, vai na volta, que o coração é maldoso, e nem é de ti que sinto falta... talvez seja isso, o coração a brincar com a ausência no agora de quem se tornou uma lembrança. É isso, sei que é isso! Tu, memória de um passado, não é de ti que sinto falta, mas sim de quem nem não conheço... que mora lá nas memórias de um futuro que desejo tornar reais. 

Sinto que falta...


M*

05.11.14

Sinto falta de algo. Sinto saudades dos dias diferentes. Do imprevisto. De acordar e saber que o dia não seria igual ao anterior. Não tenho vontade de acordar. Apetece-me dormir por horas. Não quero saber de mais um dia igual ao anterior.

Sinto falta de alguém. Dos cheiros. Dos beijos. Dos abraços. Dos toques. Sinto falta de alguém que, quiçá, nem exista. Sinto saudades do desconhecido. Sinto a falta de amar alguém. Sinto falta de quem esta longe e nem conheço.

Sinto falta de tudo e não sinto falta de nada. Os dias são recheados de pequenas ausências, de dias sempre iguais.

tumblr_lhpvzsNZah1qagf8uo1_500.jpg

Sei lá... sinto falta de qualquer coisa que não sei o que é. É engraçado olhar para os dias passados e ver que quase sempre desejei o mesmo. É estranho compreender que, aos 26 anos, nada me preencheu a alma. Pior é não saber o que quero, o que procuro, o que sinto falta. A cada dia, os sentimentos tornam-se mais confusos e a falta que sinto mistura-se nas faltas de uma realidade que me aborrece. Apetece-me desistir. Deixar de acreditar em sonhos. Dormir dias inteiros. Ou embrulhar-me em livros com histórias de finais felizes; ou perder em filmes e séries.  

Sei lá... sinto falta de qualquer coisa que não sei o que é. A ti, ausência dos meus dias, sabes o que é sentir falta de algo ou de alguém?

Desabafo # 10


M*

26.10.14

frases_de_carencia.jpg 

Sinto a tua falta. Preciso de um abraço, do toque das tuas mãos no meu rosto, do sussurrar das tuas palavras prometendo que tudo vai ficar bem. Hoje sinto a tua falta. Sinto falta do teu sorriso para iluminar o meu dia. Preciso de ti, aqui, ao meu lado e não onde quer que estejas. Preciso de ti sem saber quem és. Demoras muito?

Sobre a longa ausência.


M*

02.09.14

Diz que as minhas mini-pseudo-férias se prolongaram no tempo e, o que era suposto durar uma semana, vai a caminho da terceira semana. De facto, a primeira semana foram para férias; as restantes, justificam-se pela procura de trabalho, um bocadinho de preguiça para a escrita (embora já sinta saudades da escrita e daqueles blogs especiais) e ausência do meu bom e velho amigo computador (isto de escrever textos em smartphone não é, definitivamente, para mim... que gosto de um grande ecrã e sentir as teclas). E é isto. Espero regressar em breve.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D