Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de M*

Uma Paixão Chamada Livros, 22/40.

Dia Vinte e Dois

 

imagem desafio livros.jpg

 

 Melhor(es) citação: descrição...

 

A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón

- Acho que nada acontece por acaso, sabes? Que, no fundo, as coisas têm o seu plano secreto, embora nós não o entendamos. (...) Tudo faz parte de qualquer coisa que não conseguimos perceber, mas que nos possui.

 

E As Montanhas Ecoaram de Khaled Hosseini

- É uma coisa engraçada, Markos, mas as pessoas geralmente interpretam isso ao contrário. Pensam que vivem de acordo com aquilo que querem. Mas, na realidade, o que as guia é aquilo de que têm medo. Aquilo que não querem.

 

O Segredo de Compostela de Alberto S. Santos

Entendo melhor as tuas inquietações, quando dizes que és um buscador. A vida é uma contínua busca de algo que nos parece estar sempre à frente e que nunca alcançamos. Somos eternos insatisfeitos.

 

A Bibliotecária de Auschwitz de Antonio G. Iturbe

Ao longo da História, todos os ditadores, tiranos e opressores, fossem arianos, negros, orientais, árabes ou eslavos, fosse qual fosse a cor da sua pele, quer defendessem a revolução popular, os privilégios dos ricos, o primado de Deus ou a disciplina sumária dos militares, fosse qual fosse a sua ideologia, tiveram uma coisa em comum: todos, sem excepção, perseguiram os livros com uma sanha feroz. Os livros são perigosos, fazem pensar.

 

A Menina Que Fazia Nevar de Grace McCleen

Aprendi que nada é impossível, e que a única razão por que o parece ser é porque ainda não aconteceu.

 

D. Maria II de Isabel Stilwell

Maria respondeu à minha carta de felicidade. Diz-me o que o tio Leopoldo lhe recomendou como receita para um casamento feliz: não deixar nunca que uma noite passe sobre um mal-entendido ou uma zanga. Por mais insignificante que seja. Garante que é o que tem feito, com ótimos resultados. 

 

O Palácio da Meia Noite de Carlos Ruiz Zafón

Amadurecer não é mais do que o processo de descobrir que tudo aquilo em que acreditavas quando eras jovem é falso e que, por outro lado, tudo o que recusavas acreditar na tua juventude é o certo.

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika WebbNoqeCaracolMorena e As Minhas Quixotadas onde podem consultar as suas escolhas literárias. 

Uma Paixão Chamada Livros, 7/40.

Dia Sete

 

imagem desafio livros.jpg

 

Livro que não conseguiste acabar...       

 

500_9789892321127_as_cinquenta_sombras_mais_negas_

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika WebbNoqeCaracolMorena e As Minhas Quixotadas onde podem consultar as suas escolhas literárias.

    

Uma Paixão Chamada Livros, 4/40.

Dia Quatro

 

imagem desafio livros.jpg

 

Um livro que me desiludiu...

 

Um livro é, para mim, sinónimo de desilusão quando não o consigo concluir... quando não me cativa e simplesmente o abandono a meio da sua leitura. Porém, confesso que de todas as leituras que abandonei, a minha maior desilusão literária vai para...

 

9648109.jpg

A Profecia de Istambul de Alberto S. Santos revelou-se um livro complexo e pesado. Alberto S. Santos não me era um desconhecido:  o meu primeiro contacto com este escritor foi através do livro O Segredo de Compostela, uma narrativa religiosa que adorei e me prendeu logo nas primeiras páginas. A escrita é um pouco complexa, com o uso recorrente a termos especiais (ou caros, como queiram...), e a temática gira em torno - tanto no primeiro livro, como no segundo livro mencionado - de aspectos religiosos mas, sinceramente, faltou-lhe qualquer coisa que me cativasse.

Li O Segredo de Compostela porque desde menina que desejo conhecer a cidade espanhola de Santiago de Compostela, a sua basílica e, em tempos, quis fazer o caminho de Santiago. Aliado a este meu pela cidade, o livro coloca em questão a identidade do santo enterrado na basílica de Compostela e, para mim, os temas religiosos cativam-me mais do que os policiais. Mas, confesso, se A Profecia de Istambul tivesse sido o meu primeiro contacto com Santos, certamente teria sido o último... e não sei se me aventurarei com A Escrava de Córdova.

 

Porém, se A Profecia de Istambul se revelou uma desilusão, outro escritor português também me desiludiu com o livro...

 

gVsoL39.jpg

O Retrato da Mãe de Hitler de Domingos Amaral esteve quase para merecer o destaque de ódio literário. A premissa do livro é boa e cativante porém, os diálogos improváveis entre avô e neto (mas, digam-me lá, alguém desse lado quer saber como é que o vosso avô desflorou a vossa avó?! isto é, obviamente, se o senhor se conseguir lembrar com todos os detalhes como o protagonista deste livro...) e as constantes cenas de sexo fizeram-me perder a vontade de ler este livro. Dei comigo a saltar parágrafos.

Li e gostei, do mesmo autor, Quando Lisboa Tremeu e, embora também neste livro existissem cenas de sexo, eram em menor número. Porém, nesta minha segunda aventura literária com Domigos Amaral, simplesmente detestei o livro, desiludindo-me... tinha tudo para dar certo e tornar-se um excelente livro, o Portugal de Salazar e a fuga de nazis por território português, mas perdeu-se o conteúdo numa narrativa estranha. 

 

Para terminar... um autor aclamado internacionalmente mas que a mim nada me diz,

 

500_9789724617909_a_rapariga_que_inventou_um_sonho

A Rapariga Que Inventou Um Sonho de Haruki Murakami. Não sou fã de contos, e o fez por curiosidade do título, provavelmente não foi a melhor escolha. Julguem-me - podem atirar-me pedras - mas não gostei do livro, não me cativou e perdi qualquer interesse no autor... é que este, ao contrário dos outros livros mencionados, foi o meu primeiro contacto com o autor, ou seja, eu não tinha qualquer expectativa. Creio que me fiquei pela página cem e o abandonei. 

É curioso. A complexidade de Haruki Marakami não me cativou mas adoro os livros de José Saramago...

 

___

 

O desafio Uma Paixão Chamada Livros consiste em responder a quarenta questões sobre, tal como o título indica, livros. O desafio começa no dia 1 de Fevereiro, decorrerá nos dias úteis, sendo publicado às 15 horas. 

 

O amor pelos livros e pela leitura é partilhado nos blogues Magda PaisNathyJust SmileThe Daily MiacisMulaMiss FMarcianoAlexandraJPDrama QueenFatia MorCMAna RitaMJTeaCarla B.Neurótika Webb e Noqe, onde podem consultar as suas escolhas literárias.

Um mar de livros... estou a ler,

Mensagens

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.