Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Semana dezoito em fotografias.


M*

08.05.16

 Semana Dezoito

semana dezoito.jpg

122 | No dia da Mãe (e do trabalhador) viemos ver a avó... com direito à típica fotografia.

123 | "Quiero hacer contigo lo que la Primavera hace con los cerezos" Pablo Neruda

124 | Companhia. "Há sempre um livro para cada pessoa e uma pessoa para cada livro".

125 | O tempo a mudar...

126 | A chuva regressou.

127 | A felicidade é isto.

128 | A chuva pintou o chão cinzento em tons de rosa.

 

---

 

O projecto 366 dias do meu ano em fotografias pode ser acompanhado no facebook e instagram do blogue e consiste, como o nome indica, em publicar uma fotografia do meu dia-a-dia. 

Semanas onze a dezassete em fotografias.


M*

08.05.16

Semana Onze 

semana onze.jpg 

73 | A lua, de um final de dia, espreita por entre os galhos de uma árvore despida.  

74 | Por aldeias de Portugal...

75 | Flores de cores fortes.

76 | Os mais recentes elementos da minha estante. O primeiro chegou ontem e foi adquirido em segunda mão, já os quatro últimos foram comprados no âmbito de uma campanha promocional da editora Saída de Emergência.

77 | Mar de Março.

78 | Sou uma apaixonada por brincos... e estou completamente louca de amor por estes.

79 | Os primeiros sinais de Primavera.

 

Semana Doze

semana doze.jpg

80 | Um bolo na caneca.

81 | O mar das 6h30m.

82 | Uma quarta-feira cinzenta.

83 | Uma frase... O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón.

84 | Gelado!!!

85 | Um final de tarde primaveril.

86 | Domingo de Páscoa com amêndoas.

 

Semana Treze

semana treze.jpg

87 | A beleza da Primavera.  

88 | Adorooooo.

89 | Rebuçados de nata.

90 | Gelado caseiro de Oreo.

91 | A releitura dos reencontros. Li este livro, pela primeira vez, em 2014. Reencontra-me com Martín, Fermín e Daniel em 2016.

92 | Ler em língua espanhola.

93 | Rendi-me a esta série... Versailles, para acompanhar na RTP1.

 

Semana Catorze 

semana catorze.jpg

94 | Hora do café.

95 | Pão torrado com manteiga ou manteiga com pão torrado? O lanche.

96 | Novo romance histórico, nova leitura.

97 | O tempo a mudar.  

98 | Novas aquisições... e, definitivamente, comprometo-me a não comprar mais livros nos próximos meses. 40+ em lista de espera.

99 | Matar o desejo e a saudade de um mcflurry m&m's. Iniciar uma nova viagem literária.

100 | A estante da vergonha... ou, na verdade, os livros em espera para leitura.

 

Semana Quinze 

semana quinze.jpg

101 | Dias de Primavera. Dias cinzentos. Dias de chuva.

102 | Reaproveitar, reutilizar, decorar. Hoje é dia de trabalhos manuais.

103 | Hora do lanche.

104 | Sonhos pintados de azul. Um dia mais de trabalhos manuais.

105 | No dia mundial do café... um café e um livro.

106 | Primavera em tons de cinzento.

107 | Um dia mais de chuva.

 

Semana Dezasseis 

semana dezasseis.jpg

108 | Recordar Hospital Central. Uma das minhas séries favoritas de sempre. É maravilhoso saber que o canal disponibilizou as temporadas completas.

109 | Um dia faz sol; no outro chove.  

110 | Companhia literária.

111 | Um dia de sol e a beleza da simplicidade.

112 | Não resisti a uma nova aquisição literária... pelo título e sinopse. (e, claro, por influência da bloguer StoneArt)

113 | Momento gelado. 

114 | A Sombra do Vento... Ou a sombra de mim.

 

Semana Dezassete

semana dezassete.jpg

115 | Café e nata para o lanche.

116 | Não apreciei (nada, mesmo nada) está edição limitada da Oreo.

117 | Calma. 

118 | Gato ao sol... e com ar de poucos amigos.

119 | Folhas brancas... ou hora de estudar?

120 | "quem ouve desde menino aprende a acreditar que o vento sopra o destino pelos caminhos do mar" Dorival Caymmi, Caminhos do Mar

121 | Quatro mais para a longa lista de livros por ler.

 

---

 

O projecto 366 dias do meu ano em fotografias pode ser acompanhado no facebook e instagram do blogue e consiste, como o nome indica, em publicar uma fotografia do meu dia-a-dia. 

Um ano depois ...


M*

11.01.16

... está é a minha estante,

 

20160111_092645.jpg

 

No primeiro dia do ano de dois mil e quinze apresentei a minha estante à blogosfera, com as leituras do ano anterior e o que pretendia ler naquele ano. Hoje, onze dias depois do início de dois mil e dezasseis, apresento-a com novos livros, novos universos literários, novas histórias, 

 

IMG_20160111_095419.jpg

 

Mudei a estante de local. Asneira. Fugiram da sala para junto do meu quarto. Mas, carregada de livros, uma das prateleiras inferiores suporta-se pelos livros de capa dura que coloquei, numa fila invisível, escondidos fila de livros que mostro. Quiçá, em breve, o melhor seja comprar uma nova estante. Mudei a disposição dos mesmos e o local onde guardo os livros que ainda não li. A minha estante é bonita, assim e para mim, carregada de mais livros. 

 

A minha estante é um pedaço de mim... é nos detalhes que gosto de a marcar. Não gosto de estantes despidas de pequenos nadas que as identificam. O meu defeito é, por um livro, mudar toda a disposição da estante. Adoro. O trabalho de retirar livros, limpar e redecorar um espaço tão meu. Sou o resultado de cada história que li.

2016: o ano dos desafios.


M*

02.01.16

A ideia é simples: para dois mil e dezasseis proponho-me a realizar três, talvez mais - ainda não sei bem - desafios. A plano foi fermentando na minha cabeça onde, ontem, por fim, enrijeceu e assumiu formas. Espero que o ano de dois mil e dezasseis seja marcado por coisas boas e quero deixar o seu registo... e, caso não seja este, de facto, o ano de mudanças que seja, pelo menos, o ano em que procurei superar-me. O meu problema com os desafios é que depressa me aborreço, ou me esqueço de registar, e como de pequenos passos se dá a mudança... comecemos o ano com desafios.

 

Bora (propositadamente assim escrito... como se fala na minha zona)  conhecer os meus desafios para dois mil e dezasseis?

tumblr_o089seBdph1qkik3go1_500.png

 

O primeiro desafio intitula-se 366 dias do meu ano em imagens e já começou no facebook e instagram. O plano é, como o título indica, mostrar pequenas coisas do meu dia-a-dia, especialmente através de fotografias tiradas por mim - mas não só -, que me fazem feliz. Procurar, mesmo nos dias mais tristes e ruins, alguma coisa que me faça sorrir, registar e partilhar. Pequenas coisas que fazem a diferença. O desafio será partilhado aqui, no blogue, não sei com que regularidade - uma vez por semana ou mês -, mas podem acompanhar-me nas redes sociais mencionada. 

Captura de ecrã 2015-01-2, às 10.50.38.png

Captura de ecrã 2015-01-2, às 10.51.04.png

 

Apelidado desafio das 52 semanas, o desafio foi roubado à Vanessa, nuages dans mon café, e à Ana, De repente já nos... 40!!!, onde acompanhei ou acompanho as suas escolhas. O desafio 52 semanas consiste em responder a cinquenta e duas questões, elaborando um top cinco de preferências, nos mais diversos temas. Uma vez por semana, possivelmente à segunda-feira, publicarei as minhas escolhas.

 

tumblr_libvtstNNW1qd6g2no1_500_large-11.jpg

 

E, para dois mil e dezasseis, sendo eu uma amante de livros, não poderia deixar de faltar um desafio literário ou 12 livros segundo os meses do ano. Roubado do blogue Champagne Choque, o desafio consiste em ler doze livros, um para cada mês de dois mil e dezasseis, mediante os temas seleccionados.

 

tumblr_m3mtznwi6v1qkcwdno1_500_large.jpg

 

Na verdade, pretendo envolver-me em mais do que um desafio literário. Manter o desafio das leituras conjuntas, junto das meninas do clube das pistogas que lêem - Magda, Nathy e Sofia -, ou de quem quiser comigo aventurar-se na leitura. Ler não é algo que necessite de desafios porém, quero ser capaz de me aventurar, superar, desafiar.

 

Não assumem contornos de desafio porém, acima de tudo, de resolução para este ano: reler alguns livros que me marcaram. Quero reler a saga Harry Potter e os livros A Sombra do Vento e Estrada da Noite, o primeiro de Carlos Ruiz Zafón e o último de Kristin Hannah - e esperando ler dois livros seus que reclamam atenção na estante dos livros por ler, O Rouxinol e Entre Irmãs. A releitura destes livros são desejos antigos, sobretudo a saga de J.K. Rowling, e embora não assumam contornos de obrigatoriedade como os desafios, quero ser capaz de dedicar um pouco de tempo a estes livros que marcaram uma parte da minha adolescência ou me marcaram pela delicadeza e sensibilidade das histórias - e basta pesquisar um bocadinho nas tags do blogue para compreender. 

 

tumblr_l58hypiZgA1qbln3h.jpg

 

A nível pessoal - perguntam vocês - existem outros desafios que num outro post procurarei partilhar... trabalho, amor, vida social.

 

O ano de dois mil e dezasseis é, para mim, um ano de desafio e, espero, de mudanças. Por isso, para o ano que ontem começou, este são os meus desafios... e para cada um deles criarei um separador específico. 

2016.


M*

31.12.15

Não gosto da passagem de ano, ou seja, é uma celebração que pouco me diz. Não acredito que seja a mudança de um número na terminação final de uma data que irá mudar uma vida. Não escrevo objectivos ou resoluções. Na verdade, sobre este último aspecto, é algo que não faço desde os meus (mais coisa menos coisa) dezoito anos. O que é, no fundo, isto da passagem de ano? A alteração na forma como escrevemos a data. Uma passagem onde os excessos são permitidos com desculpas de mudança. Resumidamente, é isto que significa mudar o ano...

 

11-ideias-para-a-passagem-de-ano-567bde5598fdd.jpg

 

A minha passagem de ano será a ler. Foi-o noutras mudanças e será na companhia de um livro que celebrarei a mudança de data. A celebração, para mim, pouco significado possui e, embora eu não acredite em desejos de ano novo, confesso que preciso de uma mudança. É contraditório mas acredito - ou preciso de acreditar, a verdade é que se trata de uma esperança estranha - que dois mil e dezasseis será o tal ano das mudanças... aquelas pelas quais esperava este ano e não chegaram. Sempre me ensinaram que as tempestades não são eternas e que depois de maus tempos, alguma coisa acontece e a bonança encontra o nosso caminho... para lá da mudança na forma como escrevemos uma data, quero realmente acreditar que coisas boas cruzaram  o meu caminho. Que dois mil e dezasseis seja um ano de conquistas e mudanças... 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D