Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

O melhor de 2014...


M*

16.12.14

Quando, a quatro de Janeiro, escrevi o meu primeiro post neste canto, estava longe de imaginar no quão bom seria, no que me iria trazer. Sempre escrevi. Bem ou mal, sempre escrevi porque, independentemente do que escrevia ou da forma, sentia que algo se libertava. Escrevo, antes demais, para mim, para sentir que esse peso na alma se escapa por entre as palavras.

 

Curiosamente, sempre escrevi aqui, no sapo blogs. Andei noutros espaços, na descoberta, mas só aqui, no amigo sapinho é que senti mais conforto, mais simplicidade e facilidade. Apesar de escrever essencialmente para mim, sabia que não estava sozinha, que do outro lado alguém se identificava com as minhas palavras... de alguma forma, os meus sentimentos chegavam às pessoas certas e, aprendi-a que não estava sozinha. Por isso, quando naquela tarde fria de Janeiro decidi escrever as primeiras palavras, não duvidei em regressar aqui, ao cantinho especial...

 

Bom, e o que tenho eu a destacar sobre o melhor de 2014? 

 

A nível pessoal, pouco: ainda estou longe de concretizar os meus sonhos. Aliás, quiçá 2014 tenha sido um ano demasiado mau para mim... por pouco quase desisti, mandando tudo e todos às favas. Mas, há algo que devo e vou destacar deste ano... algo que não sei como apelidar. Poderia fazer uma lista com o melhor livro (que, em parte, já o fiz), a melhor série, a melhor música, a peça de vestuário, a personalidade, o acontecimento ou algo assim (quiçá até faça essa lista, se me der na telha), mas todas elas estariam longe de serem o melhor de 2014...

 

Pessoas. O melhor de 2014 são pessoas que, tal como eu, escrevem blogs ou simples nos contemplam com comentários.

 

Neste ano que agora termina, conheci blogs com pessoas que transformaram e coloriram os meus dias. Pessoas que, de alguma maneira, iluminaram os dias com os seus comentários ou com textos por elas escritos. Falo sobretudo de pessoas, a quem de alguma maneira devo um enorme obrigada: por me acompanharem e lerem os meus desabafos (às vezes sem sentido), os meus posts meios manhosos... por estarem presentes mesmo longe, por não me deixarem sozinha através de cada comentário e por até ter direito a ser mimada. Pessoas que me fazem querer continuar a escrever...

 

O problema de um blog pessoal, onde os sentimentos prevalecem sobre qualquer outro tema, é o receio de se tornar repetitivo, de escrever sempre o mesmo. Sempre foi o meu problema: tornar-me chata e repetitiva... mesmo escrevendo para mim (talvez por isso, quase nunca tenha conseguido escrever completamente um diário), acabo sempre por desistir de escrever. Meia dúzia de meses depois e a vontade reacende. Mas, por qualquer motivo, este blog é especial... estas pessoas que compõem o blog são especiais e fazem-me não querer deixar, não querer desistir. 

 

Por isso, o melhor de 2014 é, são as pessoas por detrás dos blogs, com os quais me identifico, mesmo quando nem sempre dou sinais de vida,

 

Magda, SofiaMargaridaNathy, CrisBB, JoanaVidasEmFlash, m-M, Maria, Ana, Xana, Babidibupi, OQueSeAma, EscorpiãoComDor, Cherry, JustSmile, Joana, Nice, Tânia, ARaparigaDoAutocarroMaria 

 

Mas, são também anónimos que se cruzaram com as minhas palavras e que, de alguma maneira me compreenderam e se identificaram com o que escrevi. Falo de anónimos que deixaram de o ser, que se tornaram amigos. Falo, em particular, de um que me atura quase todos os dias, mesmo a seiscentos quilómetros de distância...

 

E, por fim, como terminar sem deixar um enorme obrigada a toda a equipa do sapo blogs? Aqueles que andam por aí a ler, a destacar textos e a melhor esta casinha? Pois é, também eles são o melhor deste ano... 

 

Não sei o que se prepara o novo ano para me trazer ou tão pouco se por cá andarei, mas do velho ano que em breve terminará, é isto que destaco... O melhor de 2014 são as pessoas que, mesmo distantes, fazem parecer tudo tão próximo.

 

 

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D