Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

Hora da leitura com,

 

20150111_203908.jpg

 

Tinha saudades da Jodi. O primeiro livro que li dela, Para a Minha Irmã, fez-me sorrir e chorar. Depois vi o filme e, tal como no livro, sorri e chorei. Vivi intensamente cada personagem, colocando-me no seu lugar, os sentimentos e revoltas de cada um. A revolta de Jesse, o drama da doença de Kate, os medos de Anna e o misto de sentimento dos pais. Livro e filme marcaram-me de tal forma que, invariavelmente, entraram na categoria dos favoritos, no top cinco daqueles que chamais esquecerei.

 

Já tinha saudades da Jodi e da forma como escreve, obrigando-nos a entrar na papel das personagens. Deixamos o nós de lado para vestir a pele de Jacob, Emma, Theo e demais personagens. Gosto de sentir os sentimentos das personagens e, Picoult parece ser mestre na arte dos sentimentos e da envolvência entre leitor e personagens. 

 

 

No Seu Mundo gira em torno de um adolescente, Jacob e do síndrome de Asperger (o link remete para a APSA, Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger), uma variante de Autismo e, embora ainda esteja no início, relata os dramas da mãe, Emma, que tudo faz para o ajudar e de Theo, o irmão dito normal, que se sente tão diferente e solitário como Jacob.

 

O síndrome de Asperger não é me totalmente um desconhecido: assisti, em tempos, ao filme de animação Mary and Max, um drama com tanto de intenso como de belo - e que aconselho a quem queira aprofundar a temática.

 

É, ao fim das quase cento e cinquenta páginas, uma emocionante história, capaz de me roubar algumas lágrimas, tal como aconteceu em Para a Minha Irmã e Tudo Por Amor

23 comentários

Comentar post