Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

E, da Feira do Livro,

... não a de Lisboa, mas a de outra cidade bonita no litoral português, trouxe para casa,

 

InstaShot_20150618_101502.jpg

 

Livros que há muito desejava. A verdade é que me limitei a estes porque, contrariamente ao que se diz por aí, feiras de livros não me ficam baratas. Quiçá a de Lisboa valha a pena mas, nas restantes, pelos preços praticados, minha nossa!. Vi livros com valores mais elevados do que numa livraria, outros cujo o preço se resumia a menos um euro no preço de editor e outros que, cedo ou tarde, irei encontrar em promoção. Ou seja, trouxe alguns dos livros que desejava por uns quarenta euros: no caso da Picoult, vinte euros, pouco menos de oito euros por Maldito Karma Índice Médio de Felicidade por perto de doze euros. Quanto a Arroz de Palma custou-me uns dez euros na Feira do Livro da note.it. Sobre livros recém lançados, não vi praticamente nada e poucos foram os clássicos que consegui descobrir... a verdade é que aquela Feira do Livro é bastante pequenita e, confesso que, imaginava algo maior.

 

Por outro lado, estando eu habituada a comprar livros em segunda mão, muitos eles, em melhor estado do que quando comprados em livrarias ou na wook, por valores inferiores a dez euros, tornei-me mais exigente e restrita na hora de comprar livros... perguntava-me, quando pegava num livro cujo valor ultrapassava os dez euros, se não o conseguiria encontrar por outro preço, num grupo de livros no facebook. Talvez por isto, tenha achado os preços praticados nesta Feira do Livro exagerados. 

 

InstaShot_20150618_101943.jpg

 

Dezoito livros em espera na minha estante. Tenho, presentemente, dezoito livros por ler, fora dois que ganhei em passatempos... resumidamente, vinte livros! O assustador é que, contrariamente à maioria dos portugueses, estarei a trabalhar num café nos meses quentes de verão e tão pouco tempo para ler. Juro que não compro mais livros nos próximos meses... ou, pelo menos, irei tentar... prometo tentar!

17 comentários

Comentar post