Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Dia Dezassete. Livro(s) inspirador(es).


M*

17.05.15

É-me difícil, tal como foi em tantas outras questões deste desafio, seleccionar apenas um livro como inspirador. Um livro é, mesmo o pior, uma fonte de inspiração: boa ou má pela história que descreve, pela banalidade ou extraordinária lição que transmite, por aquilo que queremos ou não queremos para nós e para o nosso destino. A escolha, mesmo que reduzida a um pequeno top de livros, não é fácil e optei, para esta questão, seleccionar apenas biografias ou histórias baseadas em factos verídicos,

 

Eu, Malala

Malala Yousafzai

20131111114_malala.jpg

 Malala é a adolescente-coragem cuja voz os talibãs, sem qualquer compaixão pelos seus quinze anos, tentaram silenciar. Corajosa e destemida, Malala reivindica para si e para todas as meninas do Paquistão, o direito à educação, à escola, à liberdade. Uma biografia tocante, uma fonte de inspiração, uma ode aos sonhos, à luta e à  coragem. É comovente o amor que demonstra pela escola, a competição saudável que empreende com as colegas, o desejo de estudar livremente sem medo. Porque, enquanto muitos de nós desprezamos a escola e a educação, noutras partes do Mundo, o acesso a um direito fundamental é proibido...

 

Nunca Me Esqueças

Lesley Pearse

500_9789892303178_nunca_me_esquecas.jpg

 Nunca Me Esqueças é um romance histórico baseado na história verídica da vida de Mary Broad - ou, Bryant, apelido de casada. Filha de humilde pescadores, partimos à descoberta da Inglaterra do século XVIII onde, o roubo de um simples chapéu, o crime de Mary, pode levar à morte. Perdoado o castigo, Mary é obrigada a embarca, juntamente com outros condenados, no primeiro navio rumo à colonização da Nova Gales do Sul (a colónia dos condenados ingleses e actual Austrália). 

 

O livro sensibilizou-me pela relação próxima e humana que Mary estabeleceu com os indígenas, bem como de revolta e choque pelos relatos marcantes e desumanos das viagens realizadas pelos condenados e pela negligente atenção de Inglaterra para com os primeiros habitantes da colónia Nova Gales do Sul. É uma mulher avançada para a época, não se resigna ao papel social que é imputado às mulheres daquele século, dona de um enorme sentido de amizade e justiça, destemida e lutadora. Mary Broad ensina-nos a jamais baixar os braços, por mais dura que vida seja... É um dos meus livros preferidos e, de facto, o título enquadra-se na história relatada por Lesley Pearse: é impossível ficar indiferente à história de Mary Broad.

 

O Que É O Quê

Dave Eggers

s320x240.jpg

 Dave Eggers, através deste livro de título peculiar, relata-nos a história verídica de Valentino Achak Deng, um menino sudanês em luta pela sobrevivência. 

 

Valentino cresceu e viveu com a guerra, numa pequena aldeia no Sul do Sudão, privado de infância e adolescência, longe dos pais e da família, sempre em constante fuga. É, um livro de leitura difícil, não pela escrita, mas pelo relato das privações e dificuldades que o jovem, aliás, milhares como ele, passam para fugir à guerra. O Que é o Quê faz-nos reflectir sobre o valor da vida e o peso das religiões, no sofrimento de milhões em constante guerras, as dificuldades de integração dos refugiados noutras sociedades, no valor de pequenas e insignificantes coisas do nosso dia-a-dia que, noutro local do Globo, tanto valor ganhariam... como o relato que faz quando as crianças da aldeia observam pela primeira vez uma bicicleta. Apesar de todas as privações e de, em várias passagem, colocar em causa a existência de Deus e mostrar vontade de desistir, Valentino mostra-se um homem optimista e agarrado à vida, lutador e persistente... trata-se de uma leitura marcante, impossível de esquecer ou de ficar indiferente.

 

___

 

11180265_10153384994744636_836664787_n.jpg

  O desafio literário foi-me sugerido pela Magda. A ideia é, durante quarenta e cinco dias, todos os dias, à mesma hora, falar-se sobre livros, respondendo às questões sobre o universo dos livros. O objectivo do desafio é simples: se por um lado, consiste numa de gostos e experiências sob o mundo dos livros, por outro, este desafio leva-nos-à a pensar e a reflectir sobre os livros que já lemos. Iniciado a 1 de Maio de 2015 e durante 45 dias, neste blog, falar-se-à maioritariamente de livro. Não se esqueçam de visitar a Magda e conhecer as suas escolhas literárias

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D