Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

Sex | 06.01.17

Os meus livros de 2016.

M*
Não li, em 2016, tanto quanto desejei nem tão pouco tanto como no ano anterior. Porque, por um motivo ou por outro, o peso do trabalho, do cansado dos dias ou da apatia para a leitura ditaram que o ano que terminou não fosse tão recheado de leituras. Li, segundo o Goodreads, 26 livros - embora três não tenha chegado a concluir -  contra 55 do ano anterior, cumprindo a meta estabelecida de 20 leituras. Não são, no entanto, estes valores que importam mas sim as leituras que me (...)
Qua | 04.01.17

Quinze livros que pretendo ler em 2017 ...

M*
... e que já moram na minha vergonhosa estante de "próximas leituras".   Conto, por alto, na estante de "próximas leituras" entre 40 a 50 livros em lista de espera, alguns à mais de dois ou três anos. Por isso e acrescentando a necessidade de poupar, pretendo reduzir a lista, tornando-me mais ávida de leitura e evitar a aquisição de mais livros para já martirizada e carregada estante. Comprei - à excepção de dois: um que habita na minha estante através de um passatempo e (...)
Ter | 03.01.17

Resoluções.

M*
Nunca fui dada a resoluções de ano novo. A verdade é que das poucas vezes que tracei planos para um novo ano antes de Janeiro terminar já eu desistirá dos mesmos. Provavelmente consideraram que alguém assim é fraco ou sem objectivos mas, na minha perspectiva, iniciar um ano focado em resoluções como emagrecer é um bocadinho tonto, ou seja, não deve ser o novo ano o responsável por isso mas sim nós mesmos numa qualquer altura... porque novos começos somos nós que os fazemos.   N (...)
Ter | 06.09.16

O Apelo do Anjo de Guillaume Musso.

M*
 Guillaume Musso conquistou-me profunda e definitivamente com este Apelo do Anjo. Senti, mal terminei de ler A Rapariga de Papel - o meu primeiro contacto com o autor -, que se tornaria num dos meus escritores favoritos e, de facto, rendi-me à escrita envolvente, misteriosa e cativante do escritor francês.   O Apelo do Anjo relata-nos a história de Madeline e (...)