Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

8 | Da minha estante... No Seu Mundo.


M*

17.01.15

2558910_LC_3187_No Seu Mundo_WEB.jpg

 No Seu Mundo somos convidados a conhecer o síndrome de Asperger, uma variante do Autismo. 

 

Jacob é um adolescente de dezoito anos com síndrome de Asperger. Com uma inteligência acima da média e conhecimentos profundos sobre dinossauros, animais e ciência forense, Jacob não compreende os sentimentos e vive na ânsia de se integrar no universo dos adolescentes ditos normais. No mundo de Jacob, não existem cores, ou é preto ou branco; não compreende frases complexas para ele, a linguagem é muito literal e directa. Não suporta o cor-de-laranja nem tão pouco certos sons ou texturas, provocando-lhe ataques de elevado sofrimento. O mundo de Jacob é pautado pelas rotinas, regras e a quase inexistência de contacto físico - como um abraço. Vive com a mãe, Emma, uma mulher que praticamente abdicou da sua vida pessoal e profissional para cuidar do filho mais velho e, Theo, o irmão de quinze anos considerado normal mas quase "esquecido" e "diferente" como Jacob. 

 

Jess é, a par da mãe e do irmão, a pessoa mais próxima de Jacob. Professora e amiga, Jess procura ajudar Jacob a integrar-se no mundo dos outros, ajudando-o nas dificuldades sociais, de interacção e linguística. Porém, quando Jess é encontrada morta, todos as pistas apontam para Jacob. 

 

É este o mote para o livro de Jodi Picoult: o síndrome de Asperger, a morte de Jess e a luta de Emma para provar, a si e aos outros, que o filho nada teve que ver com o trágico destino da professora de competências sociais.

 

No Seu Mundo é mais do que um romance, é um verdadeiro manual de ensinamento sobre o Asperger, as rotinas, sentimentos e os outros, no dia-a-dia de quem lida e convíve com o síndrome. 

 

Picoult, como mencionei anteriormente, é brilhante na arte de escrever e, ao dar a cada personagem, capítulos onde expressam os sentimentos, faz-nos envolver com os mesmos e o livro. Não queremos parar de ler. Queremos sempre mais e mais, através da escrita simples e cativante.

  

Para além de recomendar a leitura deste livro, assim como dos textos da Nathy e da Sara (a primeira levou-me a ler a segunda), recomendo o filme de animação Mary and Max (acreditem em mim: um filme com tanto de belo como de triste mas, acima de tudo, inesquecível!).

 

Mary é uma menina australiana, sonhadora, introvertida e vítima de bullying. Max vive em Nova Iorque, sofre de obesidade, isola-se do mundo que não compreende e sofre de Asperger. A vida de Mary cruza-se com a de Max quando, esta decide enviar uma carta a um desconhecido na América. A primeira carta é uma novidade e significa uma alteração à rotina de Max, desenvolvendo graves ataques de stress e sofrimento. Porém, Max resolve responder à carta de Mary desencadeando uma bela e longa amizade entre os dois. Bullying, solidão, Asperger, alcoolismo, depressão e obesidade são alguns dos temas abordados neste marcante e intenso filme de animação (e, sobre este filme, podem ler e descobrir mais aqui).

 

(mais informações sobre o livro em Civilização Editora)

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D