Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 29 anos*

16 | Coisas de blogger... desafio musical.


M*

27.03.15

Diz que andamos numa onda de desafios e, para escrever verdade, confesso, são sempre bem-vindos. Uma vez que o amigo sapinho blogs nos levou o inspira-me, temos sempre os desafios para quem, como eu, às vezes não sabe exactamente sobre o que escrever ou simplesmente não lhe apetece numa qualquer fase - e eu, como talvez já devem ter percebido, sou de fases e vontades. Ora, depois deste blablabla passemos ao que realmente interessa: o desafio musical lançado pela minha querida e simpática Miss Ana, do blogue De Repente Já Nos 40!!! que, basicamente consiste em escolher cinco músicas em cinco categorias distintas... e, portanto, agora é que vocês ficaram a conhecer o meu péssimo - dizem - gosto musical.

 

tumblr_static_tumblr_ldwrk3vuwj1qevifno1_500_large

 

5 Músicas Que Me Deixem Tristes

 

Eu Sei, Papas da Língua 

Mentira, João Pedro Pais

A Quién Quiero Mentirle, Marc Anthony

Nada Quer Perder, Conchita

Another Love, Tom Odell 

 

Julguei que seria mais difícil realizar esta categoria mas, a verdade, é que se revelou uma das mais fácies. As escolhas devem-se a pessoas ou a momentos mais negativos na minha vida. A última de Tom Odell, por exemplo, foi a que estava a ouvir quando decidi atirar uma carta que escrevi para o meu ex-namorado e que atirei ao mar.

 

5 Músicas Que Me Alegram

 

Happy, Pharell Williams

You're Never Fully Dressed Without a Smile, Sia

Sing, Ed Sheeran

Cuando Me Enamoro, Enrique Iglesias y Juan Luis Guerra

Morena, Tiago Bettencourt & HMB

 

Confesso: foi uma das mais difíceis. As categorias que parecem ser as mais simples, quase sempre, se revelam as mais difíceis. Teria enumerado várias, novas e recentes, entre portuguesas, espanholas, italianas e latinas mas, pronto, ficam estas.

 

5 Músicas Que Me Dão Vontade de Dançar

 

Ai Se Eu te Pego, Michel Teló

Y Yo Sigo Aqui, Paulina Rubio

Livin'La Vida Loca, Ricky Martin

Ave María, David Bisbal

Bailando, Enrique Iglesias com Luan Santana

 

Cinco? Pronto... eis um top cinco de músicas para dançar. Definitivamente, para mim, a música latina é a melhor opção para dançar e dançar... e não foi propriamente fácil. 

 

5 Músicas Que Me Fazem Sonhar

 

Tu e Eu, Diogo Piçarra

Hero, Enrique Iglesias

Bad Day, Daniel Powter

Por Uma Noite, Klepht

Me Quiero Enamorar, Jesse & Joy 

 

Dificilmente escolheria outras... tinham de ser estas porque, todas elas, de algum modo transmitem sentimentos ou desejos que tenho. Recorro a elas, sempre que preciso de levantar voo para o universo dos sonhos e não os deixar fugir.

 

5 Músicas Que Me Marcaram

 

Beautiful, Christina Aguilera

I'm Like A Bird, Nelly Furtado

Não Há Estrelas No Céu, Rui Veloso

Maria Maria, Carlos Santana

Please Don't Stop The Rain, James Morrison

 

Não Há Estrelas No Céu porque foi das músicas mais importantes e marcantes da minha adolescência, assim, como as restantes e Please Don't Stop The Rain porque a cantei, no meu terrível inglês, quando assisti ao seu concerto em Portugal (ele é fantástico!).

 

(e, sim, podem dizer que tenho mau gosto musical, pior do que a minha irmã mais nova... mas, olhem, é música.)

15 | Coisas de blogger... as perguntas de,


M*

26.03.15

a Mulher, Filha e Mãe desafiou-me a mostrar mais um bocadinho de mais de mim e, para tal, colocou-me uma série de questões... ora espreitem lá,

 

Se a tua vida desse um filme, qual seria?

Nunca pensei nesta questão. Na verdade, acho que nunca vi nenhum filme ou os suficientes para encontrar o tal e atribuir-lhe enorme designação. Porém, à memória vieram-me dois,

As-Vantagens-de-ser-Invisivel_Fotor_Collage_Fotor.

Medianeras (2011): filme argentino, no qual facilmente visto o papel das personagens; Mariana e Martín, dois jovens desconhecidos cujas vidas se cruzaram, na busca de um amor. 

As Vantagens de Ser Invisível (2012): revejo-me neste filme porque sempre me senti como Charlie, um ser invisível em busca de amizades e de um amor.

 

Se tu pudesses passar a tarde com um famoso, qual seria?

85fbb90b-ec88-48e2-992f-0c2f01013616_Fotor_Collage

 A Malala seria uma das minhas escolhas porque, já aqui confessei a minha enorme admiração por ela e pela sua luta mas, admito que não a primeira que me surgiu. A primeira escolha recaiu sobre o escritor nascido no Afeganistão e neutralizado Americano, Khaled Hosseini... olhei para o livro que estava ao meu lado e pensei e porque não um dia conhecer este senhor e às suas histórias? E, por fim, Angelina Jolie. Confesso que nem sempre a admirei mas, pelo enorme coração que parece possuir, teria de figurar na lista.

 

Tens algum lema que guie a tua vida?

Tenho dois eternos clichés,

- Se nenhuma tempestade é eterna, também nenhuma tristeza o poderá ser.

- Na vida, tudo acontece por algum motivo e, mais tarde ou mais cedo compreendemos os porquê.

 

Recordação de infância favorita? 

De um modo geral, as recordações de infância passadas na Venezuela são as minhas favoritas, aquelas que recordo com e nostalgia (como expliquei aqui). Mas, quando tinha uns onze anos, a minha vida sofreu uma alteração enorme: a chegada da pestinha mais nova... a minha irmã.

 

Local marcante para onde tivesse ido de férias?

13751070472821-0-680x276.jpg

Lloret del Mar, em Espanha. Numa altura em que aquela pequena localidade sofria uma inundação de portugueses, recordo a minha viagem de finalista não por temos cometido as loucuras que tanto se falava em qualquer canal português mas, precisamente por não termos feito nada daquelas loucuras... e, acreditem, divertimos-nos imenso! 

 

Se pudesses mudar alguma coisa em ti e/ou na tua vida, o que seria?

Em mim: provavelmente, perder um pouco de pernas e ancas porque, de facto, tenho vários complexos associados às pernas (embora, tal não me impeça de usar e abusar de vestidos).

Na minha vida: praticamente tudo... sinto-me bastante longe de alcançar os sonhos que tinha para mim.

 

Um filme que mais te tivesse marcado?

Praticamente todos os que vi, de um modo geral, marcam-me por uma lição, momento ou sentimento que transmitem. Porém, são as histórias baseadas em factos reais aquelas que mais me marcam.

 

Coisa que levas sempre comigo quando sais?

Uma não, são várias: as chaves, a carteira (nem que seja só com os cartões principais e o dinheiro), o telemóvel e, um livro (obviamente que, se for para uma saída à noite, este fica em casa).

 

Tinhas alguma loucura (saudável), e se sim, qual?

2.jpg

Livros que, para mim, não é nenhuma loucura mas, em meu redor, o é.

 

Pudesses dar um conselho a mim mesma quando tinha 18 anos, qual seria?

Segue sempre, sempre, mesmo quando o mundo se oponha, os teus sonhos... e não deixes que ninguém te diga, mais do que uma vez, que não vales nada.

 

Têm ou já tiveram alguma alcunha?

Sim, já e, ainda hoje, algumas pessoas me tratam por essa alcunha e ligada ao segundo nome que tanto detesto.

 

Qual o cheiro que mais gostam?

O cheiro do mar... e das arepas!

 

Para vocês onde fica o início e o fim do mundo?

O início é onde eu estiver e o fim do mundo é onde eu decidir que é... por exemplo, o Algarve fica no fim do mundo, ... e, de facto, quase 600km é muito. Devo confessar que, o fim do mundo é uma expressão que utilizo com frequência, do género oh, não vou agora para o fim do mundo, né?.

 

Qual o jogo que mais gostam?

Loga.jpg

 

Se pudesses passar o dia com alguém, com quem seria?

Com dois familiares já falecidos: o meu avó materno e o meu padrinho de baptismo.

 

O que é que vos tira do sério?

Desarrumação - a minha irmã é perita - mentiras, racismo e hipocrisia.

 

Porquê o nome do vosso blog?

Foi junta ao mar que o nome me surgiu enquanto mergulhava nos meus pensamentos.

 

Qual o dia da semana que mais gostam?

Presentemente, não tenho nenhum dia da semana que mais goste.

 

Algum livro vos marcou? Qual?

Xiiii... vários! É-me difícil escolher um, apenas um... dos vários que li, todos eles, mesmo aqueles que não gostei, de alguma forma, me marcaram. É simplesmente impossível escolher o livro que mais me marcou sem criar uma lista de, no mínimo, uns dez.

 

Qual a palavra com que se identificam mais?

Chocolate, livros e música 

 

Onde é que se sentem em paz?

 Encontro a minha paz, de duas formas:

- junto ao mar... numa praia solitária, só eu, o som da rebentação e as gaivotas,

- e num livro com a companhia de músicas alegre e mexida - geralmente latina ou espanhola - de fundo.

Até breve, Luís Miguel Rocha.


M*

26.03.15

Screenshot_2015-03-26-16-22-14.png

Conheci a sua escrita em A Filha do Papa e, fiquei fascinada, pelo jogo de palavras num tema tão delicada, como o é a religião. Voltarei a reencontrar-te no meio das palavras que escreveste. Obrigado e um até já. 

 

(Enviado de Samsung Mobile)

7 Memórias Especiais da Minha Infância


M*

25.03.15

É, provavelmente, dos desafios mais nostálgicos e melancólicos, daqueles que nos obriga a puxar pelas memórias e a rever um tempo que parece tão distante... porém é, também, dos mais doces e belos desafios a que respondo, quiçá daqueles que jamais esquecerei. A Mon Sandra, do blog Just Mom e a Miss Ana, do blog De Repente Já Nos 40!!!,  convidou-me a recordar e partilhar sete memórias especiais da minha infância...

 

Um Filme

A Bela e o Monstro.png

Um dos primeiros filmes que vi na televisão portuguesa e que recordo com mais carinho por ser uma das minhas histórias infantis preferidas.

 

Um Desenho Animado

06_13_esp_doraemon_0_Fotor_Collage_Fotor.jpg

Venezuela: Los Picapiedras ou Los Pitufos

Portugal: Inspector Gadget e, no canal espanhol, Doraemon y Nobita

 

Uma Música 

 

Venezuela: a verdade é que não recordo nenhuma música em particular, cantávamos várias, ora na fila de entrada para a sala de aulas (a escola era frequentada por crianças do ensino jardim-de-infância ao 11.º ano, o último ano da escolaridade obrigatória e, todos os alunos entravam na fila da turma que frequentavam, aguardando a vez de entrarem na sala... os primeiros eram sempre os mais pequenitos), ora no início das aulas ou a meio. E, admito que só me recordo de ouvir músicas em espanhol (nada de inglês).

A Serenata Guayanesa, grupo cantares e instrumentos tradicionais venezuelanos, nasceu em 1971, numa cidade do Estado Bolívar, e é das vozes mais nítidas da minha infância... presente em todas as festas, na voz da minha mãe A La Una ou nas festas de aniversários venezuelanos. A música infantil Este Niño Don Simón é uma homenagem do grupo a um dos principais heróis da História venezuelana, Simón Bolívar, El Libertador.

 

Alejandro Sanz, Juan Luis Guerra, Chayanne, Los del Rio, Las Ketchup, Britney Spears e tantos outros cantores e cantoras, principalmente em espanhol porque escutava diariamente rádios espanholas, poderiam ser enumerados mas, a verdade, é que Maria do Ricky Martín foi uma das que mais marcou a minha meninez em Portugal. 

 

Uma Brincadeira 

12890-MLB20066822675_032014-O.jpg

 

Na verdade, são duas as brincadeiras da minha infância na Venezuela que recordo com enorme saudade,

 - andar às turras com o meu irmão que, tanto podia ser, os dois à batatada ou os dois a brincar às casinhas e a jogar à bola,

 - e as brincadeiras com as poucas bonecas que tive... sendo, a barbie Bela Adormecida a minha preferida das três que tive (ou seja, sem ser imitação).  

 

Um Amigo

Porque um irmão também é um amigo, o meu irmão... pelas brincadeira, quase sempre a terminar em lágrimas e por compartilharmos grande parte do nosso tempo. Ou, os amigos imaginários.

 

Um Momento Especial

E, das várias memórias que guardo no coração, as da Venezuela são as que mais nostalgia me trazem. Recordo-me do meu pai no seu Ford branco, de detalhes da escola, das filas e da farda, de uma festa escolar, da casa onde morávamos, das festas de aniversário com as pinhatas e um mar de guloseimas, de um jardim perto da escola, da escola do meu irmão... e, inclusive da revolução e do recolher obrigatório, em 1992

Mas, o momento mais especial foi em território português, com a chegada da minha irmã mais nova, em 1997.

 

Um Sonho 

1004004013389146_1.jpg

 Barbies e uma casa de bonecas. 

 

Nomeados para o desafio 7 Memórias Especiais da Minha Infância

Porque, são memórias que merecem a pena recordar e partilhar, lanço o desafio a qualquer blogger. Porém, pelo carinho e, porque acredito que será fantástico viajarem até ao passado, gostaria de conhecer as memórias especiais de infância de alguns bloggers, entre eles: NathyMagda PaisSofia MargaridaJust SmileBata & BatomMPMariaMulher, Filha e MãeCrism-MVanessa, EscorpiãoComDor, UmaMulherComSorte e Cabanas

Dos outros... tu não precisas de ser magra.


M*

24.03.15

E, ao ler este texto, chorei... porque a minha linha de pensamento sempre se assemelhou ao descrito naquelas palavras, quando eu for magra. Sempre achei que a vida seria mais fácil quando, um dia, conseguisse emagrecer, quando finalmente entrasse naquelas calças ou naquele vestido. Mas, a verdade é que, por mais dietas e voltas que tomasse para emagrecer, nunca consegui. Um dia, algures no tempo, tomei consciência de que jamais conseguiria ser magra... não porque eu não o quisesse mas, porque de facto, não o fazia por mim, mas pelos outros e, porque sempre me vi assim e nunca, apesar das várias tentativas, me consegui ver realmente magra (é um defeito que tenho... só consigo perceber se um corte de cabelo me fica bem depois de realmente cortar o cabelo). Percebi que, enquanto lutava por emagrecer, deixava escapar a vida pelos dedos, não a vivia com vergonha, fechava-me no meu mundo. Decidi, portanto, lutar e trabalhar a auto-estima, amar-me, respeitar-me e viver... não esperar para quando for magra!

 

Tu Não Precisas de Ser Magra - sobre os quilos a mais e a felicidade

Captura de ecrã 2015-03-24, às 12.25.26.png

 Eu juro que não há (absolutamente) nenhum problema em querer estar bonita (...). Não há nada de errado em ir ao ginásio ou em estar insatisfeita com o que quer que seja no seu corpo. Mas há algo de muito errado em condicionar a isso a sua felicidade. Em guarda a vida para "quando tu fores magra". Tu tens que ser feliz agora - a sorrir abertamente enquanto resolves os teus problemas com a aparência, se é que eles existem.

Por isso, prestem atenção - tu podes até ficar magra se achares que vais ser mais feliz assim. Mas não esperes: ama-te agora.

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D