Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

9 | Coisas de blogger... Liebster Award.

A simpática Magda, do blog StoneArt, lançou o primeiro desafio do ano que, mais não é do que, responder a onze simples questões Liebster Award. Ora, assim sendo, eis as minhas respostas, 

liebster award

 

1. Há quanto tempo tens o blog?

Completará, amanhã, dia quatro, o primeiro aniversário. 

 

2. Quais os temas abordados?

Um pouco de tudo. Não existem limitações aos temas embora, inicialmente, tenha criado o blog com o intuito de falar sobre os meus sentimentos. Porém, sentimentos são dos temas mais sensíveis, que sinto vontade de escrever de lés-a-lés e, por conseguinte, vou escrevendo o que me apetece. Hoje falo sobre um livro, amanhã sobre um membro da família; hoje pode-me apetecer, ainda, escrever sobre sentimentos e amanhã, quem sabe, sobre um programa de televisão.

 

3. Qual a tua maior motivação?

Em relação ao blog não tenho nenhuma motivação: não tenciono ganhar dinheiro com ele, nem visibilidade ou algo mais. Fico contente com os destaques que, volta e meia, o sapo blogs faz mas, é só. Não escrevo com o objectivo de ganhar algo... o que tiver de vir, será bem vindo. Escrevo, essencialmente, porque gosto, para mim e por mim. 

 

4. Blogs que segues diariamente/semanalmente?

Há blogs que sigo religiosamente e que consulto mais do que uma vez ao dia para ver se há novas actualizações. Neste momento, embora não comente em todos, são cerca de quarenta e oito os que acompanho na área de leitura (mais um alojado no blogspot, o Diário de Uma Alma, da Maria). Confesso que, sem esta ferramenta das leituras do sapo blogs, seria muito complicado porque, sou uma cabeça no ar e, desta forma, os novos textos ficam alojados num só espaço.  

Por outro lado, embora nem sempre comente, tento visitar quem me visita ou comenta pela primeira vez.

 

5. Significado do nome escolhido para o blog?

Mar, adoro-o. Gosto de passear, sobretudo nos dias de Inverno, junto ao mar e, enquanto o observo, pensar no meu dia-a-dia e sonhos. Levo comigo folhas e uma caneta e falo com o mar. Escrevo-lhe e nele deposito os meus sonhos. E, numa desses dias, que surgiu o blog... porque ao mar entrego os meus pensamentos.

 

6. Como defines esta experiência?

Fantástica! Uma viagem extremamente alucinante e recompensadora, a vários níveis.

Sempre que, no passado, criava um blog - que nunca passava dos três a seis meses - era aqui, no sapo blogs, onde o alojava. A única vez que me lembrei da plataforma vizinha, o blogspot, desisti ao fim de um par de semanas porque não me entendia com o funcionamento. É, como escreveu a Magda a esta resposta, um bairro onde dá gosto viver e conviver.

A verdade é que, este blog ganhou uma visibilidade que eu nunca imaginei - através dos destaques - e, em pouco tempo, tornou-se algo gratificante. É excelente ler as palavras de carinho de quem por aqui passa, de incentivo a não baixar os braços e acreditar e conhecer pessoas tão fabulosas.  

 

7. Quanto tempo, em média, dedicas ao teu blog?

Depende, sobretudo, da vontade, do tempo e da inspiração. Geralmente, o meu tempo livre é durante a manhã ou à noite porque, mesmo desempregada, tenho de ajudar no negócio de família. E, a vontade de escrever tanto pode surgir pela manhã - como hoje -, ou pela noitinha, escrevendo e publicando na manhã seguinte para puder rever e, outras alturas há em que, os rasgos de inspiração e escrita surgem pela tarde e, aí, aponto-os num bloco de notas - mas, é algo raro.

Todavia, mesmo quando não tenho vontade de escrever, procuro visitar e comentar outros blogs.

 

8. Já fizeste amizades através do blog?

Claro que sim, inclusive, conhecer pessoalmente, ao vivo e a cores, um dos seguidores. Apesar de optar pelo anonimato porque, de outra forma, acho que não teria o blog, não me escondo totalmente. No passado fiz amizades que, ainda se mantêm (e, neste aspecto, o facebook é um aliado) e, no presente, considero vários bloggers como amigos. 

 

9. Resume a tua personalidade numa frase,

Xiiii... numa frase? Sou muito introvertida e tímida que, com o tempo e confiança, não se cala e gosta de andar sempre na brincadeira (isto é um problema porque, quem me conhece pessoalmente e numa primeira fase, acha sempre que sou uma tipa de nariz empinado); gulosa, amiga dos seus, refilona (muitos apelidam de mau feitio porque, em quase tudo, questiono o porquê de ser assim e não o oposto... sobretudo no que toca ao papel das mulheres ou quando alguém me diz que já tinha idade para estar casada). 

 

10. Quais os teus objectivos em 2015 para o blog?

Escrever, escrever, escrever. Não tenho nenhum objectivo em específico aqui para o estaminé. Apenas escrever um pouco de tudo e de nada, ou seja, o que me apetecer. 

 

11. Qual o tema que mais gostas de abordar no teu blog? Porquê?

Não existe um tema em particular que goste mais ou menos de abordar. Se os escrevo é porque, de alguma maneira, gosto dele e sinto vontade de partilhar com o mundo. 

 

Ditam as regras que, 

  • colocar a imagem no blog
  • responder às onze perguntas que te são colocadas

 

portanto, as duas primeiras foram feitas e, eis as regras que eu vou falhar,

  • nomear quatro a onze blogs (com menos de duzentos seguidores);
  • fazer onze questões;
  • avisar todos os blogs que nomeaste deixando-lhes o link da tua publicação;
  • não podes nomear a pessoa que te nomeou, mas avisa-a para que ela possa ver as tuas respostas;

 

isto porque, este deverá ser dos desafios mais concorridos do mundo blogosférico nem tão pouco a primeira vez que respondo ao Liesbter Award e, como tal, prefiro que sejam vocês a roubar o questionário... quem quiser, sinta-se desafiado a responder.

E, ao segundo dia do ano,

caí... C-A-Í. Tal e qual como leram, fiquei de joelhos no chão como que a pedir perdão. Cai porque, esta alminha que vos escreve, em vez de olhar onde metes os pés, estava pateticamente a olhar a fotografia do novo cartão de cidadão... e, diga-se que não me reconheci em tal assustadora imagem. Por isso, esfolei levemente um dos joelhos e não parti o cartão porque o destino não quis ao esquecer o maldito degrau do registo civil.

E, como sou uma miúda com uma certa tendência para as quedas - não que não saiba andar ou tenha problemas de equilíbrio - vou acreditar que isto é uma espécie de sinal positivo do destino ou coisa semelhante... ora, creio que a última vez que cai assim, nos primeiros dias do ano, até que foi uma ano bom... veremos. 

E, para começar o novo ano,

nada melhor do que falar sobre uma das minhas paixões... livros!

 

Uma das tarefas a que me auto-propôs a realizar no penúltimo dia do ano foi organizar a minha estante. Não é que ela estive desorganizada porque, de facto, lido muito mal com a desorganização mas, a minha estante, é um bocadinho de mim e do meu mundo e, como tal, gosto de a ver sempre sem pó ou tralhas desnecessárias... e, como uma coisa leva a outra, acabo sempre a mudar a disposição dos livros. Para dizer a verdade, acho que lhe mexo muito: ora pego num livro e o troco de lugar, ora troca a prateleira inteira. Porém, uma vez colocada a meu gosto (e aceitando o desafio da Sofia) decidi tirar umas fotografias àquilo que sou...

 

...e, eis a panorâmica geral da minha modesta estante,

estante 1.jpg

 

 

...as leituras para 2015,

livros 7.jpg

(certamente que não vai ficar por aqui mas, decidi conter-me durante uns tempos)

 

 

...e as leituras de outros anos,

livros 6.jpg

 

livros 1.jpg

(talvez não seja visivel, mas tenho livros em segunda fila que, em breve tenciono vender ou doar à biblioteca local)

estante 2.jpg

 (onde quase quase todos os meus livros preferidos se encontram... infelizmente não cabem todos juntos.)

livros 3.jpg

 (uma mistura de livros, entre livros lidos no ensino secundário, outros na faculdade - embora a maioria esteja no meu quarto - e revistas)

livros 4.jpg

(ainda me faltam alguns livros de George R.R. Martim mas... o que acham desta curiosa mistura?)

livros 5.jpg

(os livros de infância. em segunda fila, ainda tenho mais... estes foram os preferidos)

filmes.jpg

(filmes: alguns nunca foram vistos.)

 

A esta colecção falta juntar os livros: Um Mundo Sem Fim (vol. 1) que emprestei, Quando Estiveres Triste, Sonha porque ando a ler e, por fim, Siddharta que deverá chegar nos próximos dias.

 

No final deste ano, creio que será interessante tirar uma nova fotografia aos meus meninos e meninas... e, assim, começamos o ano.

2015: página 1,

jenfjke.jpg

Hoje é a primeira folha em branco de um livro com trezentas e sessenta e cinco páginas, portanto, toca a aproveitar e a fazer dele um livro recheado de alegrias, amor, saúde, trabalho e aventuras.

 

Jamais haverá ano novo se continuar a copiar os erros dos anos velhos.

Pág. 6/6