Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

Momentos...

Chama-se Momentos e dizem tratar-se de uma das melhores curta-metragens de sempre, distinguido com vários prémios nacionais e internacionais. O filme de Nuno Rocha, produzido para a LG Portugal é, sem dúvida, de uma extrema beleza e sensibilidade. Uma reflexão importante sobre a vida e os momentos, despertando o lado mais humano de cada um de nós.

 E, para uma maria chorana como eu, Momentos conseguiu-me levar às lágrimas... 

* (recomendação: um pacote de lenços de papel ao lado para as mais choronas)

5 | Coisas de Blogger

A autora do blog Escorpião com Dor, uma jovem com o coração dividido entre França e Portugal, desafiou-me para responder as onze questões Liebster Award.

O desafio é simples:

- Responder a todas as perguntas que foram sugeridas e referir o link do blog que nomeou;

- Nomear entre onze a vinte blogues com menos de duzentos seguidores;

- Não nomear quem nomeou;

- Obrigatório informar os blogs da nomeação;

- Fornecer aos bogs nomeados o link para o post em que foram nomeados (para que lhes seja explicado o que devem fazer).

17543126_1K6Nr.png

1. Porque decidiste criar um blog?

Sempre gostei de escrever e, desde sempre, senti que me expressava melhor a escrever do que no jogo das palavras faladas. Na época em que criei o blog, sentia-me revoltada e triste com o rumo que tomara a minha vida... precisava de desabafar, sem julgamentos ou a típica frase Eu avisei-te. O blog foi a minha libertação. A minha vida continua a estar longe dos meus sonhos mas, graças à escrita e aos comentários de quem por aqui passa, não me sinto tão sozinha...

 

2. Qual era o teu maior sonho quando eras pequena? E qual é o teu sonho hoje?

Em criança, sonhava ser professora de História e Geografia e regressar ao meu país natal. Hoje em dia, longe desse sonho, sinto-me meia perdida... Continuo a sonhar com o dia em que visitarei o meu país de nascimento e, todas as noites, sonho em encontrar alguém que seja capaz de me amar e formar família. Tenho ainda um outro sonho: fazer voluntariado internacional. Não diria que se trata de um sonho, visto que é recente, mas um objectivo que, por agora e por falta de apoio financeiro e familiar, fica arrumado numa gaveta.

 

3. Em média, quantas horas passas a frente do computador?

Infelizmente, mais do que gostaria. O facto de estar desempregada e ter de adaptar cartas de apresentações e currículos e ver anúncios, faz com que passe muito tempo frente ao computador. 

 

4. Que idiomas sabes falar?

Português e Espanhol que, embora seja língua materna, encontra-se bastante enferrujado - essencialmente, o problema está no falar e escrever.

Em relação à língua inglesa, desenvolvi uma relação de amor-ódio: bem sei que é essencial, mas não gosto muito da língua e sou bastante preguiçosa para aprender; e, por saber que é essencial, ando à procura de um curso para aprofundar os conhecimentos básicos/intermédios sobre a língua. 

Adoro a língua italiana e sei pronunciar algumas palavras básicas. Na escola tive francês mas, com o tempo e sem treino, acabei por esquecer.

 

5. Que tipo de posts gostas mais de ler nos blogs? (sobre o dia-a-dia, cómico, etc.)

Para mim, o mais importante é gostar do blog e da pessoa que o escreve. Não tenho uma temática que prefira; tudo depende da forma como o blog está escrito e estruturado, a simpática de quem escreve, os sentimentos que me transmitem.

 

6. Qual é o teu animal preferido?

Gatos e pandas. Os primeiros porque são meigos, sossegados, queridos e independentes, os segundos porque são amorosos. 

 

7. Preferes o verão ou o inverno? O vento ou a chuva? Café ou o chá? Tartes ou bolo? 

Inverno. Adoro o inverno. Tem um encanto próprio e maravilhoso.

Chuva. Gosto de dias de chuva. Vento e chuva simplesmente não combinam. Ou um ou outro. Simples.

Chá ou café? Pois. Os dois. Café bebo o ano todo, independentemente da estação, um ou dois. Chá acompanha-me os dias frios e chuvosos de Inverno. 

Bolos. Depende do bolo, mas sem dúvida, o doce.

 

8. Que tipos de livros gostas de ler? (dramas, romances, cómicos...?)

Desde que não sejam romances lamechas à Margarida Rebelo Pinto, policiais, de terror ou de ficção científica, qualquer livro é bem-vindo. Livros são livros. Há sempre alguma coisa a retirar dos livros que lemos, sejam eles de que género forem. 

 

9. Descreve o teu blog em apenas três palavras...

Três? Xi... pergunta muito complexa. Ora, vejamos, 

Espontâneo: confesso que, a maioria das vezes, não penso muito no que escrevo;

Sincero: escrevo o que me vêm à cabeça, sobre mim e sobre o que sinto no momento;

Pessoal: o meu eu a desabafar, sem julgamentos ou frases do Eu avisei-te...

 

10. Há algum blog que recomendas aos teus leitores?

Vários! É impossível escolher apenas um...

Começo pela menina responsável pelo desafio, a Escorpião com Dor. Pela forma simples e sincera com que fala sobre si e sobre o seu dia-a-dia. 

Outros blogs? O da Sofia e O Que Se Ama, ambas recomendadas no follow friday. Também a Xana, a BB, a Magda, a Maria, a Carlota, a Smurfina, a MP, a JoanaEu, Simplesmente!, a mM, a Cherry... e, tantos outros que, nem sempre comento, mas que vou acompanhando. 

 

11. Gostas desse tipo de perguntas e respostas, esse tipo de desafios? Porque?

A resposta é sim. Gosto imenso deste género de desafios. Acredito em respostas sinceras que mostram um pouco mais de quem escreve... dá para conhecer um pouco mais de quem escreve.

 

Nomeados: as meninas mencionadas anteriormente e todos aqueles que quiserem roubar e responder às minhas questões.

 

Onze Questões

1. Qual o motivo que te levou a criar o blog? 

2. Como te defines? Quais as três características marcantes em ti? E, quais os três aspectos negativos da tua personalidade?

3. A tua viagem de sonho seria...

4. Qual o filme, livro ou série que te define?

5. Qual o nome que darias a um filho? E a uma filha?

6. Não saio de casa sem... (algo que nunca, mas nunca pode faltar na mala)

7. A peça de vestuário que mais se identifica comigo é... (vestido, calças, sapatos de salto alto, ténis...)

8. Um post de outro blog com que me identifico... (que tenha sido escrito por outro blogger)

9. O que achas destes género de desafios? 

10. Ao longo do teu percurso escolar, qual a disciplina que mais gostavas? E porque? 

11. Qual a tua personagem ou época histórica preferida? Porque?

As palavras da minha mãe.

Ir às compras numa grande superfície comercial com mil e um produtos é, para mim, um atentado: rapidamente desapareço para junto dos livros, bijutaria ou decoração de casa. Ontem foi dia de compras e, para não variar, deixei a minha mãe à caça da fruta enquanto me escapuli para junto dos livros. Ao regressar com mais um livro *, a minha mãe em alto e bom som, para qualquer pessoa no supermercado ouvir, diz

 

Mais um livro? Oh filha, tu precisas urgentemente de arranjar um namorado para deixares de ler tantos livros!

 

Escusado será dizer que, naquele momento, um buraco seria excelente e eu rapidamente me refugiava nele... não foi bonito e, para tentar desviar as atenções sobre mim, virei-me para as latas de conserva onde mantive uma conversa interessante e que se resume a rogar pragas à minha mãe. 

Não é de agora que ela diz isto mas é a primeira vez que o faz em local público... eu, em tom de brincadeira, contra-argumento que o meu namorado vive num livro. Das duas uma: ou anda preocupada com o meu futuro pessoal e com medo de não ser avó (dos três filhos, apenas a mais nova namora mas, aos 17 anos, não se esperam filhos) ou anda preocupada  com o estado financeiro das carteiras.

Que culpa tenho eu deste amor que nasceu comigo? 

jlaflk.jpeg

 * ( o meu querido Zafón. fica a faltar-me As Luzes de Setembro para completar a colecção Carlos Ruiz Zafón.) 

Vício musical...

Não consigo parar de ouvir esta música. Pela simplicidade da letra, pelos sentimentos que me transmite, pela voz suave de Beth. É, simplesmente, uma música tocante e bela. 

 

  

Ainda é cedo amor
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar

Preste atenção querida
Embora saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco a tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és

Ouça-me bem amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões a pó

Preste atenção querida
De cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás à beira do abismo
Abismo que cavaste com teus pés

 

A música faz parte da trilha sonora da novela brasileira Lado a Lado e acompanha a personagem forte, apaixonada e batalhadora de Isabel, interpretada por Camila Pitanga. Confesso, adoro esta novela. Adoro as personagens Laura e Isabel: sonhadoras, românticas e lutadoras, cada uma à sua maneira. Aliás, gosto imenso de novelas de época, históricas.

Lado a Lado procura retratar a sociedade brasileira do início do século XX, abordando diversos temas como o divórcio, o casamento forçado, o fim da escravatura, o preconceito racial, a religião ou a sexualidade. Trata-se, na minha opinião, de uma novela bem trabalhada, com bom argumento e guião, excelente caracterização das personagens e vestuário, boas escolhas musicais e de imagem. Aliás, por tudo isto é que, Lado a Lado foi distinguida com o Emmy Internacional para melhor novela em 2013.