Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Pensamentos

Um mar de leituras. Um mar de sonhos. Um mar de conquistas, lutas e fracassos. Um mar de mil pensamentos. O diário de Maria, 28 anos*

Um Mar de Pensamentos

11 | Na Minha Estante... A Confissão da Parteira.

01040548_A_Confiss%C3%A3o_da_Parteira.jpg

 A Confissão da Parteira é mais do que uma capa bela e um título apelativo, é uma viagem de mistério e descoberta sobre ao passado de três mulheres unidas pelo sangue da amizade. 

 

Noelle, mostra ser uma mulher feliz e apaixonada pela vida e pela profissão que escolheu ainda em menina, ajudar bebés a nascer; excêntrica e misteriosa, é inseparável das amigas que conhecem na faculdade. Porém, quando Noelle se suicida, as amigas Tara e Emerson empreendem uma viagem para encontrar respostas ao desfecho trágico. A carta por terminar de Noelle transformará a vida das amigas, mostrando-lhe uma Noelle que não conheciam... e, aos poucos e poucos, decifrando o mistério que as envolve. Cada segredo revelado por Tara e Emerson é um novo mistério - aliás, julguei, uma ou outra vez, ter desvendado o mistério de Noelle mas, uma nova página levava a mais um segredo.

 

A Confissão da Parteira mais do que mentiras, segredos e mistério, conduz-nos aos caminhos da amizade, das relações conjugais, das relações entre mães e filhos adolescentes e ao peso da maternidade. Um livro que nos leva a reflectir, desencadeando uma montanha russa de sentimentos, onde ora compreendemos Noelle ora a detestamos... é, na verdade, uma história intensa e tocante.

 

Diane Chamberlain recheou o livro de histórias familiares dinâmicas e reais e de temas polémicos, como o suicídio ou as barrigas de aluguer, numa escrita envolvente, inteligente e fluida. Dizem que este é um livro para os fãs de Jodi Picoult. Para mim, sendo o primeiro livro que leio de Chamberlain, considero que Diane e Jodi se aproximam na forma como nos levam a envolver com as personagens.

 

É uma leitura que recomendo, não só aos fãs de Picoult, mas a todos aqueles que gostem de romances familiares recheados de surpresa e mistério. E, não se deixem enganar pela capa fofa... A Confissão da Parteira está longe de ser um romance melodramático. 

- Às vezes as pessoas guardam as coisas dentro delas (...) Até as pessoas que nos são mais próximas. Nunca as conhecemos verdadeiramente. 

 

* (mais informações sobre o livro em Editorial Presença)

** (mais frases do livro em Dos Meus Livros)

4 comentários

Comentar post